Um estudo sobre a obra “lucíola” de josé de alencar: repensando a intertextualidade e analisando a estética romântica.

2410 palavras 10 páginas
UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS – UFAL
FACULDADE DE LETRAS – FALE
SETOR DE LÍNGUA PORTUGUESA

UM ESTUDO SOBRE A OBRA “LUCÍOLA” DE JOSÉ DE ALENCAR:
REPENSANDO A INTERTEXTUALIDADE E ANALISANDO A ESTÉTICA
ROMÂNTICA.

O presente trabalho foi elaborado para a obtenção da nota do primeiro bimestre da disciplina Literatura em
Língua Portuguesa 2. Requisitado pela professora doutora Gabriela
Costa.

19 de março de 2012
MACEIÓ/ AL

SUMÁRIO

1.
2.
3.
4.
5.
6.

INTRODUÇÃO ............................................ ............................... 3
CONTEXTO HISTÓRICO .......................................................... 4
ASPECTOS DO ROMANTISMO EM LUCÍOLA ......................... 6
A INTERTEXTUALIDADE EM LUCÍOLA
…exibir mais conteúdo…
Há um sentimento de missão: revelar todo o Brasil, criando uma literatura autônoma que nos expressasse. Os escritores românticos reivindicam uma língua brasileira. José de
Alencar em Iracema tenta criar esta língua através do estilo poético, da utilização de vocábulos indígenas, de um novo ritmo de frase. Mas não são os escritores que criam um idioma. Continuamos falando e escrevendo o

4

português. Porém, graças ao esforço de Alencar e outros, começa a se estabelecer uma forma brasileira de escrever a língua portuguesa.
Em todos os romances urbanos Alencar aborda o amor como tema central. Para ser mais exato, ele aborda a situação social e familiar da mulher diante o casamento e o amor. Mas o amor como entendia a mentalidade da época; aquele amor que era capaz de renúncias, de heroísmo e até de crimes hediondos, porém a força da paixão acabava redimindo tais feitos.
A situação da mulher no século XIX era desvalorizada, não tinha opinião, quase não tinha direitos e os casamentos eram arranjados com puro interesse econômico, não importando se a mulher amava ou não o homem a que seria entregue.
Temos em Lucíola uma heroína nacional. Pela primeira vez na história literária brasileira uma personagem feminina destaca -se como uma figura heróica. Tanto pelo fato de Lucia ter “lutado” com seu próprio corpo

Relacionados