Urbanismo Le Corbusier

2132 palavras 9 páginas
Sintese do Livro “ Urbanismo” De Le Corbusier.

“A Cidade é um instrumento de trabalho.
As cidades já não cumprem normalmente essa função. São ineficazes: desgastam o corpo, contrariam o espirito.
A Desordem que se multiplica nelas é ultrajante: Sua Decadencia fere nosso amor-proprio e melindra nossa dignidade.
Elas não são dignas da época: já não dignas de nós.”
Le Corbusier

Primeira Parte: “O homem caminha em linha reta porque tem um objetivo: sabe aonde vai, decidiu ir a algum lugar e caminha em linha reta.”
O raciocínio de Le Corbusier falando sobre caminhos que deu diferenças entre Mulas e
Homens, diz sobre seu sentimento sobre os caminhos adaptados em uma cidade, aonde ele quis dizer aonde existe ruas retas com poucas
…exibir mais conteúdo…
Não é só construir, sim, plantar arvores, muitos países e cidades, ao invés de planta-las, eles arrancavam para inserir grandes construções. Em meio a época industrial, precisava-se de arborismo. Aonde surgiu oportunidades de construções com ênfase a natureza, As obras por mais bonitas que seja, se tornava individual e triste, e neste instante percebe-se que ao arrancar a arvores, deixava o estado espiritual triste, o bem estar diminuído, então começouse a plantar arvores em frente aos edifícios, e nas área de circulação (Calçadas de pavimentação). Entre tanto começou a surgir grandes áreas verdes em meios a grandes construções, causando impacto perfeito. Comparando Istambul, França e Nova Iorque.

“O crescimento das grandes cidades ultrapassou toda as previsões. Crescimento Vertiginoso e perturbação. A vida industrial e a vida comercial que se adaptam a elas são fenômenos novos de amplitude assombrosas. Os meios de transporte são a base da atividade moderna.”

O crescimento em grandes cidades após a guerra mundial foi absurdamente fora de série, coisa de 50% a 200%.
Conforme o aumento da população nas cidades, começou-se a obter a desordem publica, e muitas pessoas não estavam se adaptando com a vida moderna e eram sufocadas por costume de moradia e cotidiano, ao impacto foi tão forte em alguns

Relacionados

  • URBANISMO LE CORBUSIER
    2331 palavras | 10 páginas
  • LE CORBUSIER Maneira de Pensar o Urbanismo
    1405 palavras | 6 páginas
  • Le corbusier - modernismo
    1211 palavras | 5 páginas
  • Urbanismo corbusiano
    942 palavras | 4 páginas
  • urbanismo moderno
    9186 palavras | 37 páginas
  • Teoria, história e crítica da arquitetura e urbanismo iv – th iv
    1173 palavras | 5 páginas
  • Fichamento do livro: “O Urbanismo” de Françoise Choay.
    1372 palavras | 6 páginas
  • Cidade Contemporânea para Três Milhões de Habitantes
    5720 palavras | 23 páginas
  • Conjunto Habitacional Pedregulho - "Ícone Modernista"
    2922 palavras | 12 páginas