Vidraria de laboratorio de quimica

1947 palavras 8 páginas
Relatório de Química Prática
Vidrarias de Laboratório

Introdução Para execução de qualquer tarefa em um laboratório de química ou biologia, por exemplo, é necessário uma variedade do que denomina-se de vidrarias. Obviamente, são materiais tradicionalmente feitos de vidro temperado, embora, existam alguns confeccionados em plástico, na maioria das vezes por questões econômicas. Devido à determinadas propriedades deste material, o vidro se torna a melhor opção para a realização de experimentos, tais como: sua transparência, resistência ao calor e por ser praticamente um material inerte, ou seja, algo que não reage. Para cada tipo de experimento, tem-se um tipo certo de vidraria que deve ser selecionada de
…exibir mais conteúdo…
4. Proveta: um material quase cilíndrico com a função de armazenar e transferir líquidos. Possui uma graduação mais rigorosa, sendo mais precisa que um béquer e um erlenmeyer, porém ainda não é a vidraria ideal para experimentos que requerem uma exatidão nos resultados. Existem provetas que variam seu volume entre 1 ml e 2000 ml e tais vidrarias não podem ser aquecidas.

5. Bureta: diferentemente dos item 2,3 e 4, a bureta é uma material com uma graduação rigorosa, permitindo a medição de volumes exatos necessários no processo de titulação. A bureta é um instrumento cilíndrico para ser trabalhado na vertical com a ajuda de um suporte, além do mais, possui uma torneira na sua extremidade inferior para a dispensa de um determinado líquido de forma gravitacional.

6. Pipeta: existem diversos tipos de pipetas, tais como: pipeta graduada, pipeta volumétrica, a pipeta automática e as micropipetas (utilizadas para volumes muito pequenos de líquidos). Todas elas possuem a mesma função, tranportar quantidades precisas de substâncias e "pingar" em outras, muito utilizada em laboratórios médicos, por exemplo. O funcionamento mecânico de uma pipeta é dado da seguinte forma: a pipeta possui duas extremidades abertas, coloca-se a extremidade inferior da mesma na substância que deseja-se coletar. Posteriormente, na extremidade superior forma-se um sistema de vácuo com o auxílio de um outro instrumento chamado pêra, fazendo com que o líquido suba pela pipeta. Para

Relacionados

  • Segurança de laboratório, vidraria e equipamentos.
    879 palavras | 4 páginas
  • Medidas de volume e pesagem
    1543 palavras | 7 páginas
  • Vidrarias
    1150 palavras | 5 páginas
  • Ralatório de aula Prática: Vidrarias de Laboratório
    2095 palavras | 9 páginas
  • Vidrarias e equipamentos de laboratório e suas funções
    1339 palavras | 6 páginas
  • Paramentação de Vidraria calibrada
    985 palavras | 4 páginas
  • Identificação de vidrarias e Normas de Biossegurança
    1255 palavras | 6 páginas
  • Relatório técnico científico - vidrarias de laboratório químico
    1593 palavras | 7 páginas
  • Relatorio aferição de vidrarias
    1694 palavras | 7 páginas
  • Medidas volumetricas
    1719 palavras | 7 páginas