Violência contra prostitutas

1632 palavras 7 páginas
VIOLÊNCIA CONTRA PROSTITUTAS

O medo do diferente é gerador de ódio?
Quase não se fala sobre o assunto, mas, a violência contra prostitutas no Brasil cresce diariamente, chegando a índices preocupantes. Pouco se sabe sobre os reais motivos, e não existem muitos estudos ou levantamentos estatísticos específicos sobre esse tipo de violência. O que se pode observar é que grande parte dos agressores são jovens de classe média. Como se sabe, as mulheres que trabalham com a prostituição no Brasil, não possuem direitos específicos (trabalhistas, previdenciários, etc.), mas ainda assim estão protegidas pelos direitos humanos, e possuem garantias constitucionais, que são direitos difusos aplicáveis a todos os cidadãos.

Observa-se, o quanto é
…exibir mais conteúdo…
Então o crime está na coação exercida, geralmente por donos de casas de prostituição, e não há nenhuma proibição em fazer sexo por dinheiro, levando em consideração que cada pessoa é responsável pelo seu corpo.

Existem em tramitação, projetos de lei responsáveis pela legalização da prostituição no Brasil. Se o resultado for positivo, a prostituição será admitida como profissão pela legislação, e assim como no Regulamentarismo, as prostitutas terão respaldo legal, assim como qualquer outro profissional.

Relatos de violência e prostituição

Embora os casos de violência e agressões contra prostitutas seja muito comuns, em poucas situações a violência atinge grandes proporções de discussões, investigações e do conhecimento da população em geral. Uma exceção foi o caso da empregada doméstica Sirlei Dias, que em uma madrugada em junho de 2007 foi espancada por cinco jovens moradores de condomínio de classe média da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Os jovens confessaram o crime alegando que confundiram a vítima com uma garota de programa. No mesma madrugada, outra mulher, garota de programa foi agredita em outro ponto do Rio de Janeiro e a vítima reconheceu que os mesmos jovens que agrediram SileI Dias, eram os seus agressores. O caso acontecido nesse dia foi muito repercutido na imprensa

Relacionados

  • Conteudo Prostituição
    2669 palavras | 11 páginas
  • Análise crítica do filme anjos do sol
    1297 palavras | 6 páginas
  • FCAT Rufianismo
    2160 palavras | 9 páginas
  • Prostituição
    4918 palavras | 20 páginas
  • Visão Sociológica da Prostituição do Brasil
    2576 palavras | 11 páginas
  • ATPS Penal IV Individual Pronto
    1042 palavras | 5 páginas
  • Prostituição
    3486 palavras | 14 páginas
  • Direitos Humanos TEMA: PROSTITUIÇÃO, EXPLORAÇÃO SEXUAL E TRÁFICO INTERNACIONAL DE SERES HUMANOS
    6100 palavras | 25 páginas
  • Prostituição no séc. xxi
    1568 palavras | 7 páginas
  • Artigos 213 e 214 codigo penal
    992 palavras | 4 páginas