Violências sexuais: incesto, estupro e negligência familiar

10813 palavras 44 páginas
Violências sexuais: incesto, estupro e negligência familiar Sexual violence: incest, rape and family negligence
Maria do Carmo Cintra de ALMEIDA PRADO1 Ana Carolina Covas PEREIRA1

Resumo
Este artigo discute os desafios envolvidos na assistência em Terapia Familiar Psicanalítica de uma mulher de 41 anos, vítima de incesto dos sete aos 12 anos, seguido de duas situações de estupro, que implicaram em um aborto e no nascimento de uma menina, com sete anos na ocasião do estudo. Apresentou-se infantilizada, dependente, sem autonomia, com diagnóstico de borderline. Em nenhum momento, encontrou na mãe alguma forma de apoio. Pais, em conluio perverso e abusivo, causam danos lesivos à constituição psíquica de seus filhos, cujas vidas ficam destroçadas, e levam a pensar que eles próprios tenham tido seus psiquismos danificados, marcados por vivências impensáveis, revertidas em segredos. Transformar e reparar são os objetivos de toda Terapia Familiar Psicanalítica e, nestes casos, os desafios são imensos, pois, entre as várias conseqüências clínicas de tal situação, há um ódio exacerbado à realidade, intensas vivências persecutórias e a reedição transferencial da dinâmica familiar no enquadre terapêutico. Unitermos: Agressões sexuais. Estupro. Incesto. Relações familiares.

Abstract
This paper examines the challenges involved with the Psychoanalytical Family Therapy (PFT) care of a 41 year-old woman, a victim of incest between the age of 7 and 12, followed by two incidences of

Relacionados

  • negligencia, impericia e imprudencia
    792 palavras | 4 páginas
  • Estrutura familiar e dinamica social
    3285 palavras | 14 páginas
  • Monografia estupro conjugal
    19188 palavras | 77 páginas
  • Estupro e seus tipos
    1218 palavras | 5 páginas
  • Negligencia e Maus tratos contra os idosos no anbito familiar
    3428 palavras | 14 páginas
  • Gravidez na adolescencia e a rejeiçao familiar
    1730 palavras | 7 páginas
  • Estupro de vulnerável e a relativização da vulnerabilidade
    2191 palavras | 9 páginas
  • violencia contra o idoso no texto familiar
    1963 palavras | 8 páginas