Wolkmer, Antonio C - Introdução Ao Pensamento Juridico Critico

2342 palavras 10 páginas
Wolkmer, Antonio C - Introdução Ao Pensamento Juridico Critico

CRITICA JURÍDICA E SUA TRAJETÓRIA NO OCIDENTE.

CAPÍTULO 1 – NATUREZA E PROBLEMATIZAÇÃO DA TEORIA CRÍTICA

1.1 – Crise de racionalidade e mudança de paradigma

Na atualidade perpassa, nos diferentes campos das ciências humanas uma certa dificuldade em um novo parâmetro de verdade diante da crise de fundamento que vive a sociedade hodierna. (p.1)

A lógica linear da moderna estrutura do saber jurídico desdobra-se em dois paradigmas, hegemônicos, o racionalismo metafísico natural (jusnaturalismo), e o racionalismo lógico instrumental (o positivismo jurídico) (p.2)

Conclusão:

Entende-se que o autor aos se referir aos paradigmas se tornaram com o tempo insatisfatórias no sentindo filosófico-teórico. Na pagina dois destaca-se que tanto o jusnaturalismo quanto o positivismo estão em crise.

1.2 Natureza e Conceituação da critica.

Discorrer sobre teoria critica impõe necessária e primeiramente destacar o(s) sentindo(s) da critica, expressão que não deixa de ser ambígua e elástica, pois possui múltiplos significados, podendo ser interpretada e utilizada de diversas maneiras no espaço e no tempo (p. 3 e 4).

Teoria crítica é conceituada como um instrumento “pedagógico” que permite a sujeitos “inertes” e “mitificados” uma tomada histórica de consciência, para que se formem agentes sociais com uma visão de mundo “racionalizada, antidogmática, participativa e transformadora” (p. 5).

Ao que

Relacionados

  • Resumo Cap IV Pluralismo juridico Wolkmer
    2211 palavras | 9 páginas
  • Fichamento Pluralismo Jurídico Antonio Carlos Wolkmer
    1143 palavras | 5 páginas
  • ENGISH, Karl. Introdução ao pensamento jurídico
    4756 palavras | 20 páginas
  • RESENHA DA OBRA INTRODUÇÃO AO PENSAMENTO EPISTEMOLÓGICO DE JAPIASSU
    1434 palavras | 6 páginas
  • resenha ENGISCH, Karl. Introdução ao Pensamento Jurídico.
    695 palavras | 3 páginas