amor liquido

1173 palavras 5 páginas
CAPÍTULO 1
Vários estudiosos como Charles Blaudelaire, Ivan Klima e outros que estão citando sua tese sobre o que é o amor.

• O amor não é uma fórmula que as pessoas possam entender, ele é cheio de obstáculos. E nenhuma pessoa quer viver essas dificuldades.
• O ser humano quer ter sempre alguém do seu lado, não gosta de viver só. A necessidade de ter alguém para amar é humana, para amar tem que ter pelo menos dois seres na relação. E para terem uma relação estável, as pessoas criaram regras para seguir, como se fosse uma segurança de que o outro vai estar sempre com ela.
• É possível apaixonar e desapaixonar várias vezes. Mas nos dias de hoje isso está mais fácil. É como se as pessoas fossem um objeto, que quando usado e se enjoa podemos jogar fora.
• Onde tem amor, há fé, ilusão, sonho e nenhum ser humano quer ser rejeitado; quer sempre estar ao lado das pessoas que amam, e querem ter segurança, mesmo que a vida mostre que não há nenhuma certeza nisso. O destino está ai para mostrar que não escolhemos quem amamos.
• Relacionamentos são complexos porque o amor não vem com um manual. Com o tempo, o amor vai criando sua fórmula; não quer dizer que é certa, mas o ser humano está em constante mudança e os relacionamentos vão mudando também.

CAPÍTULO 2

Dentro e fora da caixa de ferramentas da sociabilidade, fala sobre sexo e relacionamentos. Como as pessoas tratam o assunto e como ele é praticado, os encontros sexuais. Alguns trechos desse capítulo ressaltam

Relacionados

  • RESUMO DIFICULDADE DE AMAR O PROXIMO
    1163 palavras | 5 páginas
  • Os quatro vínculos
    995 palavras | 4 páginas
  • Catfish - Uma Análise Crítica
    1876 palavras | 8 páginas
  • A LIÇÃO DA ÁGUA E SEUS OBSTÁCULOS!
    1248 palavras | 5 páginas
  • Práticas Sociais e Subjetividade
    2202 palavras | 9 páginas
  • OS CUS DE JUDAS
    997 palavras | 5 páginas
  • geografia
    987 palavras | 5 páginas
  • Resenha do livro hamlet de william shakespeare
    1182 palavras | 5 páginas
  • "Vida para consumo" - zygmunt bauman - resumo
    2760 palavras | 12 páginas