apostila cimentos odontológicos

13881 palavras 56 páginas
1

CIMENTOS DENTAIS
Em meados do século XIX foram introduzidos os cimentos dentais adaptados a partir de uma substância que continha cloreto de zinco utilizada para assentar azulejos no piso e nas paredes. As primeiras misturas foram modificadas posteriormente pela toxicidade do cloreto de zinco. O composto de zinco foi substituído pelo ácido fosfórico e foi assim introduzido em 1879 o cimento precursor do moderno fosfato de zinco41.
Generalidades
É um grupo de materiais ou substâncias geralmente duros e frágeis formados a partir da combinação de um pó e um líquido e que servem para colar, unir e aderir superfícies10,26. Também têm outras utilidades como materiais de base para a proteção do complexo dentino-pulpar10,26 e
…exibir mais conteúdo…
A solubilidade depende da diferença de eletronegatividade entre o ânion e o cátion. Para um mesmo ânion, quanto maior for a eletronegatividade do cátion, menor será a solubilidade do cimento. Quanto maior for a quantidade de pó, menor solubilidade terá o cimento porque haverá menos quantidade de sal por unidade de volume31. O tamanho da fenda marginal entre o dente e a restauração pode influenciar o grau de degradação de um cimento27.



Resistência mecânica,22,31,48 deve apresentar a suficiente resistência, seja compressiva, à tração ou de cisalhamento para não se quebrar e assim evitar a perda da capacidade de retenção e/ou selamento28.
Valores altos de resistência tensional quando comparados com os valores de resistência compressiva indicam que o material é mais resiliente e forte28. Se um cimento une as superfícies pelas travas mecânicas produzidas entre elas, precisa ter uma alta resistência mecânica porque as falhas são produzidas quando essas travas quebram e nada pode reter a restauração no lugar19.

4



Módulo de elasticidade similar aos dos tecidos dentários47 pois o cimento deve idealmente, acompanhar a deformação das estruturas dentárias durante as forças de deformação para evitar a separação entre eles47.



Tempo de presa28,41 É

definido como o tempo que passa desde o

princípio da mistura até o ponto onde uma agulha de Gillmore não possa penetrar na sua superfície quando cai sobre ele a

Relacionados

  • Prova CHESF 001/2007
    3690 palavras | 15 páginas
  • apostila dentistica unesp
    17322 palavras | 70 páginas
  • Edital 001 2015 Do Concurso Publico De Conquista Doeste Mt
    13165 palavras | 53 páginas