caso zara de trade marketing

1334 palavras 6 páginas
ZARA - Como a integração em sua suprimentos beneficia o consumidor final

cadeia

de

O sucesso da grife espanhola Zara tem sido objeto de estudo e interesse pela inovação que seu modelo de operação trouxe para o mundo da moda. Fundamentado em reagir rapidamente à demanda, o modelo traz reflexões e ensinamentos que podem ser aplicados a diversos setores, não só ao de moda.
Pela perspectiva de trade marketing, há dois importantes aspectos a se destacarem: o primeiro enaltece o quanto o desenho e a gestão da cadeia de suprimentos e seus canais são fundamentais para que a estratégia da empresa seja levada a cabo de forma consistente; o segundo evidencia que é possível influenciar o comportamento do shopper e inseri-lo na dinâmica do canal de forma exitosa.
A forma curiosa como a Zara surgiu explica o seu atual modelo de operação. Amancio Ortega, hoje o empresário mais rico da Espanha, viu sua confecção Inditex quase quebrar, quando, em
1975, um atacadista alemão inesperadamente cancelou um grande pedido que já estava produzido. Com todo o capital empenhado nesse pedido, a solução encontrada por Ortega foi fundar uma loja perto da fábrica, em La Coruna, para vender ele mesmo a mercadoria. A loja ganhou o nome de Zara. Desde então, Ortega prega não ter estoques, mas sim investir em ativos que tornem a cadeia ultrarreagente.
Uma das lições destacadas por Ortega, após o susto de quase ver seu negócio
“é preciso ter cinco dedos em contato falir, foi que

Relacionados

  • Apostila curso Visual Merchandising
    13743 palavras | 55 páginas