contos curtos

16162 palavras 65 páginas
Paulo Maldonado 20 Contos Curtos

Paulo Maldonado nasceu em Belo Horizonte, em 1945.
Aos nove anos mudou-se com a família para Niterói, onde fez o ginásio, o clássico e a faculdade de Direito. Aos 16 anos já trabalhava em escritório de advocacia, no Rio de Janeiro, onde viveu de 1969 até 1995, quando retornou a Icaraí. Foi líder estudantil nos movimentos de 1968, contra a ditadura militar.
É publicitário desde os 18 anos. Sua estréia literária se deu em 1986, com o livro de poemas Vai . Em 1988 publicou O Último Gole e, em 1997, outra coletânea de poemas com o título Vago e Vagas. Agora, em 2008, de volta ao Jardim Botânico, lança 20 Contos Curtos, seleção de contos escritos nos últimos anos.

“Acontecimentos
…exibir mais conteúdo…
Toda curiosidade e capacidade lúdica de seu espírito à espera daquele instrumento. Improvisa. Pede cola à vizinha para tapar rachadura do tampo e lustra com bombril. Dia seguinte, no terreiro da escola de samba, só larga do pé do vigia ao conseguir cordas velhas de violão e lascas de goma-laca. Com palitos de sorvete e pirulito, improvisa rastilho, pestana e novas cravelhas. Lustra o compensado. Trabalha como refinado luthier, obrando um Stradivarius. Afina a gosto as cinco cordas, sobe para a laje da casa e, sem a mãe saber dele, só sai ao anoitecer. Imita a posição de mãos dos violeiros e toca. Simbiose perfeita, entre o pequeno violão e o moleque da morada de tijolo aparente, em rua de barro. Ali, onde a adversidade, uma vez em um milhão, encontra caminho na arte de suportar vicissitude, dor, solidão. Menino observador de coisas olha pardais no farpado de cercas, andorinhas no fio de luz, diferencia formato de folhas e flores, nuanças de verde, noites de lua com claro-escuro e grilos, com sutis dessemelhanças de estrelas e ruídos. Percebe comportamento de bichos e pessoas: cor de olhos, tom de pele, pena e pelagem, tipo de boca, dentes, canto, voz. Passa tempo na quadra com sambistas, sente ritmos e a melodia, passos de dança. Tudo observa e escuta. É espontaneamente moldado para o oficio das artes. Está pronto para aprender a tocar sem parar e se tornar um artista em perfeição. Tem futuro garantido se continuar improvisando, superar contrários e

Relacionados

  • Filosofia
    1584 palavras | 7 páginas
  • Análise do conto literário
    1366 palavras | 6 páginas
  • Analise Literária A Igreja do Diabo
    1360 palavras | 6 páginas
  • Analise de contos
    1182 palavras | 5 páginas
  • Análise do conto passeio noturno
    993 palavras | 4 páginas
  • Resenha do conto "O Morto" de Vergílio Ferreira
    1866 palavras | 8 páginas
  • Literatura comparada: faulkner (a rose for emily) e modernismo (1914- 1945)
    1595 palavras | 7 páginas
  • Classificação dos generos narrativos
    1252 palavras | 6 páginas
  • Análise do conto "A Aposta"
    2017 palavras | 9 páginas
  • Contabilidade bancaria
    17902 palavras | 72 páginas