convulsoes NEONATAIS

1724 palavras 7 páginas
CONVULSÕES NEONATAIS
Maria Francielze Holanda Lavor
DEFINIÇÃO
A convulsão no período neonatal constitui-se uma emergência que exige o reconhecimento da etiologia e imediata instituição terapêutica, pois representam a manifestação mais característica de comprometimento neurológico nessa faixa etária.
CLASSIFICAÇÃO DAS CONVULSÕES
As convulsões neonatais podem ser classificadas de acordo com as características clínicas em;
• Sutis: é o tipo mais freqüente no período neonatal tanto no RN pré-termo como a termo. As manifestações mais freqüentes por fenômenos oculares (desvio ocular horizontal tônico, olhar fixo, piscar ou tremular das pálpebras), movimentos bucolinguais (mastigação, sucção, protrusão de língua), movimento dos membros (“pedalar”, “ nadar” ou movimento tônico de um membro), apnéia não associada com bradicardia (quando a apnéia convulsiva é prolongada, ou seja maior que 60 segundos, pode surgir bradicardia secundária a hipóxia), alterações autonômicas (mudança de cor da pele).
• Clônicas: Podem ser focal ou multifocal. Clônica focal – mais frequente em recém-nascidos a termo e afeta um segmento muscular bem localizado (dedo, mão, antebraço, face, pé, tronco), e se caracteriza por contração rápida e relaxamento lento no mesmo ciclo de movimento. Diferenciam-se dos tremores que apresentam tempos iguais de contração e relaxamento. Esse tipo convulsivo tem sido associado à lesão cerebral localizadaou mais raramente à presença de distúrbios metabólicos. Clônica

Relacionados

  • consequências do uso de drogas na gravidez
    1742 palavras | 7 páginas
  • Microbiologia e.coli
    2795 palavras | 12 páginas
  • Paralisia Cerebral Espástica
    3694 palavras | 15 páginas
  • Resenha critica sobre a reforma psiquiatrica
    7358 palavras | 30 páginas
  • RELATORIO CURRICULAR II DONA LINDU
    4954 palavras | 20 páginas
  • Antivirais
    15469 palavras | 62 páginas
  • Principais doenças bovinas
    11022 palavras | 45 páginas
  • etec incrição
    11541 palavras | 47 páginas
  • roteiro psicopedagógico
    14694 palavras | 59 páginas