direito das coisas

3442 palavras 14 páginas
01) (Magistratura Federal – 3ª Região – 2003) Aquele que semeia, planta e edifica em terreno alheio:
A) ganha, em desfavor do proprietário, as sementes, plantas e construções.
B) perde, em proveito do proprietário, as sementes, plantas e construções.
C) perde, em proveito do proprietário, o que plantou e construiu, mas tem direito à indenização, caso tenha procedido de boa-fé.
D) deverá pagar ao proprietário pelas benfeitorias realizadas no imóvel sem a devida autorização.

02) (Delegado de Polícia – SP – 2011) O direito de usar, gozar, dispor e reivindicar caracteriza a propriedade:
A) resolúvel.
B) plena.
C) limitada.
D) usufrutuária.

03) (Advogado da União – 1999 – ESAF) O prêmio a que tem direito o inventor, acrescido da indenização a que faz jus pelas despesas efetuadas com a conservação e transporte da coisa, denomina-se:
A) achádego.
B) acessão.
C) especificação.
D) adjunção.

04) (Procurador da Fazenda nacional – 1998 – ESAF) Quando coisas sólidas e secas pertencentes a pessoas diversas se mesclarem de tal forma que seria impossível separá-las, ter-se-á:
A) adjunção.
B) especificação.
C) confusão (coisas líquidas).
D) tradição.
E) comistão.

05) (Advogado da União – 1998 – ESAF) Quando houver acréscimo paulatino de terras às margens de um rio em razão do afastamento das águas, quando descobre parte do álveo, ter-se-á o (a):
A) abandono do álveo.
B) aluvião própria (aterro natural).
C) aluvião imprópria.
D) acessão artificial.
E)

Relacionados

  • Documentário- A historia das coisas
    936 palavras | 4 páginas
  • Resenha sobre internet das coisas (informática)
    329 palavras | 2 páginas
  • Tradição e a entrega da coisa
    797 palavras | 4 páginas
  • A internet das coisas
    937 palavras | 4 páginas
  • Direito Romano - Posse e Direito real sobre coisa alheia
    808 palavras | 4 páginas
  • Coisa Conceito E Classifica O Direito Romano 2
    2522 palavras | 11 páginas
  • Direito das coisas - espécies de posse
    4409 palavras | 18 páginas
  • Resumo a história das coisas
    377 palavras | 2 páginas
  • Ponto crítico sobre a História das coisas
    828 palavras | 4 páginas
  • Direito romano direito das pessoas
    2343 palavras | 10 páginas