drogas licitas e ilicitas no esporte

1136 palavras 5 páginas
Centro Estadual de Educação Profissional de Curitiba
CEEP

Drogas Lícitas e Ilícitas no Esporte

João Moisés Oliveira Lapola
Nº20
Turma: 1QAT1
Prof.ª Marcia dos Santos

Curitiba, 8 de Maio de 2013

Drogas Lícitas e Ilícitas no Esporte

Drogas ilícitas são aquelas cuja utilização, de acordo com a Agência Mundial Antidoping e o Comitê Olímpico Internacional (COI), caracteriza uma infração de códigos éticos e disciplinares, podendo ocasionar sanções aos atletas, bem como aos seus técnicos, médicos e dirigentes.

A lista de substâncias e métodos proibidos, aprovada em 1º de Setembro de 2001, consta no Anexo A do Código Antidoping do Movimento Olímpico.

I. Classes de substâncias proibidas:
A. Estimulantes;
B. Narcóticos;
C. Agentes anabolizantes: 1. Anabólicos esteroides androgênios; 2. Beta-2 agonistas;
D. Diuréticos;
E. Hormônios peptídicos, miméticos e análogos:
1. Hormônio Gonadotrófico Coriônico (hCG) (somente em atletas masculinos); 2. Gonadotrofinas Pituitárias e Sintéticas (LH) (somente em atletas masculinos); 3. Corticotrofinas (ACTH, tetracosactide) 4. Hormônio de crescimento (hGH) 5. Fator de Crescimento tipo Insulínico-1 (IGF-1)
Precursores e análogos destes hormônios são também proibidos: 6. Eritropoietina (EPO); 7. Insulina (exceção feita a atletas insulino-dependentes)

A presença de uma concentração anormal de um hormônio endógeno (referido na classe E), ou seus marcadores

Relacionados

  • Drogas lícitas e ilícitas
    2979 palavras | 12 páginas
  • Educação física e drogas
    837 palavras | 4 páginas
  • quimica e esporte
    8989 palavras | 37 páginas
  • Artigos cientificos sobre os anabolizantes
    6871 palavras | 28 páginas
  • Peça sobre drogas
    2190 palavras | 9 páginas
  • Legalização da maconha avanço ou retrocesso
    18631 palavras | 75 páginas
  • Drogas licitas
    12847 palavras | 52 páginas
  • Apostila de EDF 9º Ano
    10122 palavras | 41 páginas
  • Consumismo
    3881 palavras | 16 páginas
  • Resumo do artigo: Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica e potenciais riscos para a saúde.
    2169 palavras | 9 páginas