energia gravitacional

2387 palavras 10 páginas
Introdução

Energia Gravitacional

Tradicionalmente, em muitos países a energia elétrica tem sido gerada pela queima de combustíveis fósseis, mas os temores sobre o custo ambiental ao planeta e a sustentabilidade do consumo contínuo desses estimularam pesquisas de métodos mais limpos de geração de eletricidade, a partir de fontes alternativas de energia. Essas fontes incluem a radiação solar, energia dos ventos, ondas e marés.
A Energia Gravitacional é gerada a partir das ondas, das marés ou do deslocamento das águas e das diferenças de temperatura dos oceanos. Possui um custo elevado de implantação e, por isso, é pouco utilizada. Especialistas em energia afirmam que, no futuro, esta será uma das principais fontes de energia do
…exibir mais conteúdo…

Como a deformação da tubulação, devido à pressão crescente embaixo d’água.
Essas centrais que participam do processo, captam a energia e distribuem para centros especializados de energia elétrica, se encontram em áreas de grande amplitude de marés e topografia do litoral favorecendo os investimentos.
As marés são influenciadas pela força gravitacional do Sol e da Lua. A captação de energia se dá de um modo semelhante ao aproveitamento hidroelétrico, que consiste em um reservatório junto ao mar, através da construção de uma barragem e casa de “força” ( turbina + gerador ).
Suas centrais mareomotriz são ligadas à rede nacional de transmissão.
Atualmente, elas são encontradas na França, Japão e Inglaterra. No Brasil, temos a grande amplitude de marés, porém, a estrutura do litoral não favorece a construção econômica de reservatórios, o que impede seu aproveitamento.
Um empecilho da energia das marés é o fornecimento regular dela, tornando necessária a criação de sistemas mais complexos como, por exemplo, o que se vale de muitas barragens ou o que se utiliza de reservas bombeadas.
Existem, como com quase todo tipo de fonte de energia, vários usos e vários métodos que abrangem essa fonte. Antigamente, as marés eram utilizadas apenas para trafegar pelos oceanos e desvendar novas descobertas. Tudo isso, claro, com a ajuda dos ventos e da engenharia medieval.
Mas com muitos estudos foi possível descobrir uma outra forma para utilizar essa força das mares, para que

Relacionados

  • Conservação e Transformação de Energia
    1024 palavras | 5 páginas
  • Exercícios de física
    1214 palavras | 5 páginas
  • Luiz Seabra
    790 palavras | 4 páginas
  • Prática pedagógica: conservação da energia
    1303 palavras | 6 páginas
  • TRANSFORMAÇÕES E TRANSFERÊNCIAS DE ENERGIA
    4600 palavras | 19 páginas
  • exercicios-energia
    1244 palavras | 5 páginas
  • Hidroeletricidade
    903 palavras | 4 páginas
  • FísicaA
    1387 palavras | 6 páginas
  • Energia Mecânica
    1651 palavras | 7 páginas
  • Unidade 4 Trabalho E Energia II
    1641 palavras | 7 páginas