estado antigo

4714 palavras 19 páginas
CURSO DE DIREITO

Estado Antigo

ALAGOINHAS – BAHIA
2013

Trabalho apresentado ao Curso Direito da Faculdade Regional de Alagoinhas como requisito para obtenção de nota complementar semestral sob orientação do Prof.

ALAGOINHAS – BAHIA
2013
INTRODUÇÃO

Designados de estado Antigo, Oriental, Teocrático; referem-se às formas de Estado recuadas no tempo, que se defiram entre as antigas civilizações do Oriente ou do Mediterrâneo. Contudo podemos dezenvolver um conhecimento crítico a respeito da criação e dezenvolvimento do contexto histórico de cada nação, e assim aplicando um apurado senso crítico do contexto político social e cultural
…exibir mais conteúdo…
até 2300 a.C..
Sob o comando do faraó, o Egito tornou-se uma monarquia centralizada formada por súditos subordinados ao poder do monarca. Dessa maneira, os egípcios eram obrigados a trabalhar nas lavouras, construções e obras administradas pelo governo do faraó. A centralização política era, vez após vez, questionada pelos nomarcas. Depois de um longo período de estabilidade, a pressão dos nomarcas acabou descentralizando o poder político em 2200 a.C..

Na parte final do século XXI a.C., o faraó Mentuhotep empreendeu um novo processo de unificação política do Egito. A capital foi transferida para a cidade de Tebas e a centralização governamental e o sistema de servidão coletiva foram reimplantados. Depois de quatro séculos de estabilidade e fortalecimento do poder faraônico, houve uma invasão promovida pelos hicsos, em 1630 a.C. Contando com um arsenal militar mais bem preparado e utilizando cavalos e carros de guerra, os egípcios foram subordinados à presença dos hicsos durante dois séculos.
Na metade do século XVII a.C., Amósis I conseguiu organizar uma mobilização de egípcios contra o predomínio dos hicsos. Na mesma época, o povo egípcio subordinou os hebreus e expandiu seus domínios territoriais. Sob o governo de Tutmés III (1480 a.C. – 1448 a.C.), os egípcios conquistaram regiões do Sudão e da Mesopotâmia. Nessa época, o poderio da autoridade faraônica alcançou seu auge mediante a grande disponibilidade de terras

Relacionados

  • Trabalho com Charges Revolução Francesa
    949 palavras | 4 páginas
  • América( pacto colonial,antigo regime, sistema colonial,mercantilismo, absolutismo e aristocracia comercial)
    1571 palavras | 7 páginas
  • Estados militares do vale do zambeze
    1187 palavras | 5 páginas
  • O homem e a sociedade do antigo regime
    1568 palavras | 7 páginas
  • Nomes antigos e/ou originais de atuais cidades brasileiras
    3992 palavras | 16 páginas
  • resenha As Dimensões da Independência Fernando Novais
    1443 palavras | 6 páginas
  • Teoria geral do estado
    1456 palavras | 6 páginas
  • Língua acadiana: breve análise da história, fonologia e morfologia
    2459 palavras | 10 páginas