exegese de mateus 19:24

3331 palavras 14 páginas
Resumo
Neste artigo os autores busca encontrar na bíblia o verdadeiro significado da afirmação de Jesus registrado no livro de Mateus19:16-30 (ver também Mc 10:17-31; Lc 18:18-30) aparecem o relato do jovem rico, que não conseguiu se desvencilhar de suas posses materiais, e as declarações de Cristo sobre o perigo das riquezas. Depois que o jovem “retirou-se triste”, Cristo afirmou: “Em verdade vos digo que um rico dificilmente entrará no reino dos céus. E ainda vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus” (Mt 19:22-24, o narrador através do seu enredo, leva ao leitor um instigante reflexão sobre o verdadeiro discipulado cristão: um verdadeiro teste de prioridades, renúncia e
…exibir mais conteúdo…
Para ele a vida material está intrinsecamente ligada à vida espiritual. O texto de Mateus 19.16-30, em especialo verso (24)sobre o jovem rico, sempre esteve sob vários debates e interpretações duvidosas. Clemente de Alexandria, em 150 d.C., escreveu um livro comentando sobre o jovem rico com o título: “A Salvação do homem rico”. Desde lá, este texto e demais ensinamentos de Jesus sobre o uso correto das riquezas sempre estiveram sob as mais diversas interpretações de teólogos, sociólogos e economistas durante toda a história da humanidade. Diante destas questões literárias, éticas, econômicas e teológicas despertou-nos o interesse de estudar com mais vagar este texto do evangelho de Mateus sendo overso(24) do mesmo capítulo, o principal versículo para o estudo, e Qual a relação entre Jesus, os ricos e a vida eterna? E qual o real sentido da expressão “E, outra vez vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus.” ?

Contexto histórico Os judeus tinham noções erradas sobre os ricos e os pobres, inclinavam-se a pensar que a prosperidade era a prova máxima do favor divino e um símbolo das bênçãos para os ricos do que para os pobres. Cristo teve que desarraigar estas conclusões erradas, por isso o vemos antes deste incidente com o moço citar a parábola do rico e Lázaro, aonde o rico vai para a perdição e o pobre para a salvação. Longe de nós a conclusão simplista de que

Relacionados

  • Exegese mateus 21
    7892 palavras | 32 páginas
  • Exegese de João 6.60-65
    14437 palavras | 58 páginas
  • A confissão de Pecados: Exegese de I Jo 1.8-10
    14207 palavras | 57 páginas
  • Exegese - Lucas 4.1-13 , Hermenêutica, Exegese
    7469 palavras | 30 páginas
  • Exegese de mateus 6.22-23
    12966 palavras | 52 páginas
  • hermeneutica - MATEUS CAPÍTULO 20 VERSÍCULOS DE 1 A 16
    1342 palavras | 6 páginas
  • Perguntas sobre jesus no livro de mateus
    13400 palavras | 54 páginas
  • Manual de Exegese B blica
    18691 palavras | 75 páginas
  • Exegese Mateus 5 31 32
    4364 palavras | 18 páginas
  • Exegese da oração modelo de jesus: mateus 6:9-13
    2583 palavras | 11 páginas