jeca tatu e a historia

10598 palavras 43 páginas
1
História do Brasil III - Jéca Tatu no contexto do Brasil

O conto escrito por Monteiro Lobato, “Jéca Tatu, A Ressurreição”, foi publicado em
1918, no período chamado de República Velha, ou como é conhecida pelo senso comum, Republica do “Café com leite”. Esse será o ponto inicial da contextualização do conto. Havia também a questão da eugenia, que o Monteiro Lobato apoiava “Na literatura, a eugenia também teria seu mais aguerrido defensor, o polemico Monteiro
Lobato” (DIWAN, 2007, 105). Falaremos disso na parte sobre antropologia, onde esse será o tema central.
Naquela época ocorria a politica dos governadores, nela havia uma distorção do federalismo. Aqui haviam quatro qualificações de estado, sendo São Paulo e Minas
Gerais os estados de primeira classe, e que portanto poderiam eleger presidentes, enquanto os demais poderiam ser apenas de segunda até quarta classe. O motivo para que os estados São Paulo e Minas Gerais tivessem tais privilégios era em virtude do poder que cada um destes tinham naquela época. “Se Minas tinha o maior contingente eleitoral, São Paulo tinha o maior poder econômico” (IGLÉSIAS, 1994, 208).
Voltando ao Jéca Tatu, começaremos abordando o personagem em si. Jeca Tatu era um caboclo, cuja a vida era simples, sem luxo e nem conforto. “Dava pena ver a miséria do casebre. Nem móveis, nem roupas, nem nada que signifique comodidade”
(MONTEIRO LOBATO, 1918, 1). Além disso, Jeca era retratado como vagabundo, ou um pária. “Além de preguiçoso, bêbado; e além

Relacionados

  • BEHAVIORISMO DEFINIÇÃO E HISTÓRIA
    8380 palavras | 34 páginas
  • josue e a historia biblica
    5209 palavras | 21 páginas
  • Fichamento raça e história
    1519 palavras | 7 páginas
  • Monteiro lobato e o homem do campo: jeca tatu e zé brasil
    2471 palavras | 10 páginas
  • O Jeca e o causo do lambisame
    1734 palavras | 7 páginas
  • Moral e historia
    1312 palavras | 6 páginas
  • pré historia sul americana brasileira e regional
    1520 palavras | 7 páginas
  • historia pessoal e historia intelectual
    2934 palavras | 12 páginas
  • História e Ideologia
    685 palavras | 3 páginas
  • Universidade: a ideia e a história.
    368 palavras | 2 páginas