livro Dom quixote

3396 palavras 14 páginas
"DOM QUIXOTE", DE MIGUEL DE CERVANTES

Sobre a obra

Não há quem já não tenha ouvido falar de Dom Quixote, o célebre personagem que, enlouquecido pelos romances de cavalaria de uma Europa que estava saindo da Idade Média, decide se armar cavaleiro e ir combater as injustiças do mundo em nome de seu amor imaginário, Dulcinéia Del Toboso, e acompanhado de Sancho Pança, seu fiel escudeiro.
Considerado por muitos o melhor romance jamais escrito, consegue ser lírico e satírico ao mesmo tempo e sobrevive já há cinco séculos de idade.
Sucesso desde seu lançamento (cópias piratas circularam por toda a Espanha na época), o autor foi forçado a fazer uma continuação, pois enredos apócrifos com novas aventuras do personagem já tinham começado
…exibir mais conteúdo…

Em 1615, voltou à ficção para escrever a segunda parte de “Dom Quixote”. Acredita-se que “Dom Quixote” é o livro mais vendido depois da bíblia. Mas tudo isso não rendeu nada para Cervantes, em termos materiais: no último ano de sua vida, ele se recolheu para um mosteiro franciscano e morreu pobre. Era 1616.

A intenção de Cervantes, ao escrever “Dom Quixote”, era satirizar a novela de cavalaria, que tinha sido muito popular na Europa e em sua época enfrentava a decadência. Mas acabou retratando o perfil do homem, dividido entre a fantasia e a realidade. Dom Quixote, fidalgo ingênuo é atraído pela história dos grandes cavaleiros medievais, sai pelo mundo como um deles, numa época em que isso já não existia mais.

Nos seus delírios, luta contra moinhos de vento achando que são gigantes cruéis. Beija a mão de uma guardadora de porcos pensando que é sua amada Dulcinéia. Sancho Pança, seu fiel escudeiro, admira o amo sem entendê-lo. Tem os pés na terra e uma visão prática das coisas, mas é fascinado pela sua loucura. Duas figuras cheias de bondade e pureza, num mundo onde não há lugar para bondade e pureza.

DOM QUIXOTE - O CAVALEIRO DA TRISTE FIGURA

ELEMENTOS ESTRUTURAIS DA NARRATIVA

ENREDO

APRESENTAÇÃO

Numa pequena aldeia da Mancha, província espanhola, vivia um fidalgo. Homem de costumes rigorosos e decadente fortuna. Dom Quesada ou Quixano – vivia da

Relacionados

  • Resumo do livro Dom Quixote
    2097 palavras | 9 páginas
  • Dom quixote
    2672 palavras | 11 páginas
  • resumo de Dom Quixote das crianças
    2825 palavras | 12 páginas
  • Dom quixote
    2862 palavras | 12 páginas
  • dom quixote
    1284 palavras | 6 páginas
  • Tradução do quinto capítulo de Dom Quixote da Mancha
    1779 palavras | 8 páginas
  • Livro a cidade das palavras resumo
    1119 palavras | 5 páginas
  • Argumentos em defesa de capitu
    1039 palavras | 5 páginas