o Livro do profeta kacou filipe

4738 palavras 19 páginas
Extrato do Livro do Profeta Kacou Filipe

KACOU 17: A CONFISSÃO PÚBLICA
1. Nota: A grande batalha desta Mensagem não consistia somente no desvelar da serpente, sedução, mas também coroar a obra da santificação tanto carnal como spiritual. E nós estamos num importante elemento apostólico: a confissão pública.
2. E essa doutrina sublime é inevitável mesmo para o menor pecado ou erro. Por exemplo, se alguém vos pede dinheiro e vocês o dão sem questionando e ele joga lotaria, compra cigarros, bebe… vós sois culpados. Se vocês unem-se mesmo por um segundo para orar com uma pessoa dessas igrejas católica, protestante, evangélica ou branhamistas, incluindo todas as assim chamadas igrejas reveladas ou restauradas, vós sois culpados como
…exibir mais conteúdo…
20. Falando da confissão pública, o que Jó fala? Vamos ler, Jó 31:33-34: « se eu cobrir as minhas transgressões como Adão, por esconder a minha iniquidade no meu peito, porque eu temo a grande multidão, e o desprezo das famílias me aterrorizava, a fim de que eu me mantivera em silencio,…» versículo 40: «... deixa os espinhos crescerem em vez do trigo, e o joio em vez da cevada!» Vocês vêem? Jó diz que se, por causa da multidão de pessoas, se por causa do desprezo das pessoas, ele escondeu a sua iniquidade em seu coração, se você compromete-se, você falha! Se você teve a força para pecar e tu estás envergonhado ou com medo de confessá-lo publicamente como Jó, então a maldição estará sobre ti e o que tu colocardes na sua mão!
23. Acerca das reações depois de uma confissão pública, nós não estamos numa sala de aula e nós não queremos analisadores brilhantes de confissões, pessoas que são como se obrigados a pronunciarem-se em cada confissão… até aonde o perdão diz respeito, a assembleia é livre para perdoar ou não perdoar sob virtude da autoridade que o próprio Deus deu a Igreja em Mat.18:18 e João 20:22. Ninguém pode dizer: "nós somos todos pecadores, então nós devemos perdoar obrigatoriamente". No Antigo Testamento, é para seres humanos como nós que Deus deu o poder de apedrejar. E nós não devemos fazer cálculos

Relacionados

  • Resumo do livro "o guarani"
    836 palavras | 4 páginas
  • Resumo do livro O quinze
    1682 palavras | 7 páginas
  • Isaías - O Profeta do Messias
    868 palavras | 4 páginas
  • Trabalho do livro o quinze
    1241 palavras | 5 páginas
  • A teologia do profeta Isaías
    3309 palavras | 14 páginas
  • Resumo do livro o principe.
    1910 palavras | 8 páginas
  • Resumo do livro o estudante
    937 palavras | 4 páginas
  • O livro Teoria do Jornalismo
    1371 palavras | 6 páginas
  • O profeta jonas
    2421 palavras | 10 páginas
  • Enredo do livro o guarani
    772 palavras | 4 páginas