quarto de despejo

3320 palavras 14 páginas
I

"Morreu como sempre viveu: pobre."

Termina assim, conforme noticiaram os jornais da época, o pequeno discurso de improviso feito por um orador anônimo aos pés do leito derradeiro de Carolina Maria de Jesus.

Apesar da frase de efeito do simpatizante de Carolina, ela nem sempre viveu na pobreza. Ao menos, não viveu sempre na mesma pobreza que o seu livro Quarto de Despejo[2] retrata.

O fato de ter transformado sua experiência de favelada num diário-reportagem tirou-a da favela do Canindé, onde viveu mais de nove anos, e a fez conhecer, ainda que por brevíssímo tempo, a glória, a fama, "o mundo e os fúteis ouropéis mais belos". Mas, ao contrário do ser místico que no soneto de Cruz e Souza triunfa supremamente sobre os vícios, as lutas, e as ilusões terrenas, Carolina jamais conviveu tranqüilamente com as lembranças do sucesso efêmero.

A se dar crédito aos jornais e às poucas entrevistas que se fizeram com ela no retiro do pequeno sítio de Parelheiros, morreu triste, abandonada e incompreendida. Ao que parece, sem compreender que os mecanismos sociais que promoveram o seu destaque laboraram também o seu esquecimento.

II

Carolina Maria de Jesus nasceu em Sacramento, Minas Gerais, no ano de 1914, provavelmente. Mudou-se com a mãe viúva e os irmãos para uma fazenda, quando cursava o segundo ano primário. Estes dois anos mal cumpridos constituirão toda a sua escolaridade. De volta a Sacramento, e com a morte da mãe, vem para São Paulo em 1937.

Trabalha

Relacionados

  • RESENHA QUARTO DE DESPEJO
    1014 palavras | 5 páginas
  • Resenha - quarto de despejo
    1263 palavras | 6 páginas
  • Resenha critica, Quarto de despejo
    3969 palavras | 16 páginas
  • Camões-rimas
    1086 palavras | 5 páginas
  • Descrição de uma casa objetiva
    1081 palavras | 5 páginas
  • Programa de necessidades clinica de traumatologia e medicina diagnóstica rdc50
    4153 palavras | 17 páginas
  • Momorial descritivo e cálculo fossa-sumidouro
    975 palavras | 4 páginas
  • Como o trabalho transforma a paisagem
    1916 palavras | 8 páginas
  • Respostas Capítulo 4 - Tanenbaum - Sistemas Operacionais Modernos 3ª edição
    2099 palavras | 9 páginas