sociologia uma ciência jovem

1748 palavras 7 páginas
Sociologia uma ciência jovem Para darmos início a ideias que levaram a existência da sociologia é preciso que se passe a compreender que o tipo de conhecimento que ela produz nem sempre esteve disponível, pois deve-se ter em mente que tempo e espaço, juntos, fornecem o roteiro e o mapa precisos para iniciar o que se pode chamar de “aventura sociológica”. A sociologia ou a ciência da sociologia nasceu na segunda metade do século XIX. Mas porque só então, se já havia vida em sociedade desde tempos remotos e se muitos dos problemas que a humanidade enfrenta até hoje nos acompanham de longa data? Relações de grupo, formação de instituições, exercício do poder, manifestações e experiências …exibir mais conteúdo…
Por essa razão, o conhecimento sociológico, através dos seus conceitos, teorias e métodos, pode constituir para as pessoas um excelente instrumento de compreensão das situações com que se defrontam na vida quotidiana, das suas múltiplas relações sociais e, conseqüentemente, de si mesmas como seres inevitavelmente sociais. Já Émile Durkheim diz que a sociologia aborda duas vertentes, pois a mesma ocupa-se, ao mesmo tempo, das observações do que é repetitivo nas relações sociais, para daí formular generalizações teóricas, como também de eventos únicos e sujeitos à inferência sociológica, como o surgimento do capitalismo ou a gênese do Estado Moderno, para explicá-los no seu significado e importância singulares. Segundo Auguste Comte a sociologia surgiu como uma disciplina no século XIX, na forma de uma resposta acadêmica para um desafio de modernidade: se o mundo está ficando mais integrado, a experiência de pessoas do mundo é crescentemente atomizada e dispersada. Sociólogos não só esperavam entender o que unia os grupos sociais, mas também desenvolver um "antídoto" para a desintegração social. Hoje os sociólogos pesquisam macroestruturas inerentes à organização da sociedade, como raça ou etnicidade, classe e gênero, além de instituições como a família; processos sociais que representam divergência, ou desarranjos, nestas estruturas, inclusive crime e divórcio. E pesquisam os microprocessos como relações interpessoais. Sociólogos fazem uso

Relacionados

  • A questão social e a necessidade de uma ciência social.
    1324 palavras | 6 páginas
  • O surgimento da sociologia como ciência
    953 palavras | 4 páginas
  • Pirâmide Alimentar: uma metodologia do Ensino de Ciências
    2417 palavras | 10 páginas
  • O surgimento da sociedade capitalista e da sociologia como ciência científica
    1343 palavras | 6 páginas
  • A vida em sociedade - uma retrospectiva sobre a sociologia dos clássicos
    2742 palavras | 11 páginas
  • A Busca da Excitação: para uma Sociologia da Festa
    4993 palavras | 20 páginas
  • Comportamento do jovem consumidor: uma análise sobre o impacto das novas tecnologias
    4127 palavras | 17 páginas
  • Jovem Marx - Escolha de uma profissão
    1775 palavras | 8 páginas