Ética e drogas

2181 palavras 9 páginas
INTRODUÇAO

A conduta ética deve ser parte integrante da vida esportiva, social e profissional de todos aqueles indivíduos envolvidos e compromissados com a saúde, com a educação e com o bem estar da coletividade.
É possível inferir com clareza que os usuários de álcool e drogas inserem-se na categoria populações vulneráveis. Não somente sob a perspectiva da sociedade, como sob a perspectiva das normas éticas para pesquisa.
Mas várias dificuldades rondam a questão. Tais usuários são caracterizados como contraventores, pois o uso e abuso de drogas é criminalizado; os tratamentos podem ser prescritos a partir de uma visão patológica e/ou psicológica dessa problemática; e a sociedade vê o usuário com grande preconceito e intolerância – um exemplo disso é a forma como a maioria da sociedade avalia, com rejeição.
A desqualificação do usuário de álcool e drogas está centrada socialmente no julgamento moral que desencadeia todas as reações de indignação frente a atitudes e consequências dos atos dessas pessoas, dificultando o acesso a esse sujeito.

História das drogas

Em tempos mais remotos, a humanidade sempre esteve envolvida com as drogas, segundo Lapete (2001 pg. 102) os homens primitivos e os animais em geral já buscavam em frutas fermentadas algum tipo de relaxamento e prazer. O desejo de descobrir novas sensações e prazerosas estão sempre presentes nos seres humanos, principalmente na sociedade de consumo em que vivemos que nos induz a

Relacionados

  • Drogas e Alcool
    797 palavras | 4 páginas
  • Drogas Metanfetamina e Heroina
    1063 palavras | 5 páginas
  • Drogas, alcool e tabaco
    1872 palavras | 8 páginas
  • Drogas mucoativas e antitussigenas
    8037 palavras | 33 páginas
  • drogas licitas e ilicitas no esporte
    1136 palavras | 5 páginas
  • Juventude e drogas
    1333 palavras | 6 páginas
  • Alcool e drogas
    852 palavras | 4 páginas
  • Drogas lícitas e ilícitas
    2979 palavras | 12 páginas
  • Ética e as drogas
    1701 palavras | 7 páginas