A essência da moral

4556 palavras 19 páginas
A Essência da moral

Introdução:
Uma definição que nos permita antecipar a exposição da própria natureza da moral.
A moral é um conjunto de normas, aceitas livre e conscientemente, que regulam o comportamento individual e social dos homens.

1. O Normativo e o Fatual
Nesta definição vemos que, de um lado, se fala de normas e, de outro, de comportamento.
Encontramos na moral dois planos:
a) o normativo, constituído pelas normas ou regras de ação e pelos imperativos que enunciam algo que deve ser;
b) o fatual, ou plano dos fatos morais, constituído por certo atos humanos que se realizam efetivamente, isto é, que são independentemente de como pensemos que deveria ser.

a) no plano no normativo
No plano normativo, estão as
…exibir mais conteúdo…
A moral estaria em plano ideal; a moralidade no plano real.
A moralidade seria um componente efetivo das relações humanas concretas (entre os indivíduos e a comunidade). Constituiria um tipo especifico de comportamento dos homens e faria parte da sua existência individual e coletiva.

A distinção entre moral e moralidade corresponde assim entre o normativo e o fatual.
A moral tende a transformar-se em moralidade devido à exigência de realização que está na essência do próprio normativo; a moralidade é a moral em ação, a moral prática e praticada.

3. Caráter social da moral
A moral possui, em sua essência, uma qualidade social.
- Isso significa que se manifesta somente na sociedade, respondendo às suas necessidades e cumprindo uma função determinada nela.
- Uma mudança radical da estrutura social provoca uma mudança fundamental de moral.

Falando em sociedade devemos ter muito cuidado para hipostasiá-la; isto é, para não considerar a sociedade como algo que existe em si e por si, como uma realidade substancial que se sustenta independentemente dos homens concretos que a compõem; a sociedade se compõe deles e não existe independentemente dos indivíduos. Mas os indivíduos também não existem fora da sociedade, quer dizer, fora do conjunto de relações sociais nas quais se inserem.
Em cada individuo, entrelaçam-se de modo particular uma série de relações sociais, e a própria maneira de afirmar, em cada época e em cada sociedade, a sua

Relacionados

  • A questão moral segundo Aristóteles, Kant, Nietzche e Sartre
    1293 palavras | 6 páginas
  • Fichamento sanchez vazquez, adolfo. objeto da ética. in: adolfo sanchez vazquez. ética. rio de janeiro: civ. brasileira, 2003.
    1556 palavras | 7 páginas
  • Ética aristotélica: virtudes e vicios
    2564 palavras | 11 páginas
  • A ética socrática
    1673 palavras | 7 páginas
  • Periodo antropologico
    1883 palavras | 8 páginas
  • Ética ou filosofia moral (marilena chauí)
    851 palavras | 4 páginas
  • O existencialismo de sartre, um breve resumo
    2088 palavras | 9 páginas
  • Etica moderna e humanismo
    3173 palavras | 13 páginas
  • Ética - de adolfo sanchez vazquez
    2806 palavras | 12 páginas
  • Metafisica
    2772 palavras | 12 páginas