Avaliação psicologica no contexto prisional

1770 palavras 8 páginas
Resumo do conteúdo pesquisado para o seminário de:

Avaliação psicológica no contexto prisional

O objetivo do presente trabalho é apresentar os testes psicológicos mais conhecidos e utilizados na população carcerária brasileira, a situação da avaliação psicológica brasileira prisional e às críticas dos especialistas na área, apresentar também através do mesmo, todo o processo da avaliação psicológico no preso, a importância da escala Hare conhecida como PCL-R na avaliação psicológica do condenado e as conclusões do grupo a partir das informações coletadas durante a pesquisa do assunto.

A avaliação psicológica no preso é extremamente necessária porque ela visa aferir os seguintes aspectos: o risco que o presidiário representa para os outros reclusos e a sociedade, o grau de probabilidade de reincidência criminal, o estado mental e a personalidade e a partir disso diagnosticar os transtornos de personalidade, avaliar o preso do ponto de vista neuropsicológico, podendo através desse tipo de avaliação relacionar uma disfunção cerebral com um comportamento violento. Outra importância da avaliação psicológica nos presídios é que a partir dela pode-se determinar se o indivíduo é imputável, ou seja, o indivíduo pode entender o que está fazendo e o que cometeu e conseqüentemente poder ser julgado.

Como o psicólogo foi introduzido neste contexto? O que precisamente ele faz em termos de avaliação psicológica?

Ele foi introduzido através da lei de Execução Penal, a LEP, nº

Relacionados

  • DEPEN CONHECIMENTOS COMPLEMENTARES RESOLUCOES TODAS AS AREAS
    9263 palavras | 38 páginas
  • O estudo social em perícias, laudos e pareceres técnicos – contribuição ao debate no judiciário, penitenciário e na previdência social
    7662 palavras | 31 páginas
  • PrEsp-BH – Programa de Reintegração Social de Egressos do Sistema Prisional de Belo Horizonte: avaliação do desempenho efetivo em inclusão produtiva.
    10341 palavras | 42 páginas
  • A privatização do sistema prisional
    15528 palavras | 63 páginas
  • Áreas de atuação do psicólogo forense
    2413 palavras | 10 páginas
  • Criminologia Clinica e Psicologia Criminal
    7845 palavras | 32 páginas
  • Monografia- privatização dos presidios
    11050 palavras | 45 páginas
  • Fichamento e Comentários do Livro O Estudo Social em Perícias, Laudos e Pareceres Técnicos Conselho Federal de Serviço Social Cortez
    4089 palavras | 17 páginas
  • Abordagens sócio-psicológicas da violência e do crime
    18453 palavras | 74 páginas