Determinismo, Libertarismo

2126 palavras 9 páginas
ÍNDICE
1.Liberdade Humana, segundo os filósofos
2.Liberdade Segundo Aristóteles
3.Determinismo
4.Libertarismo

INTRODUÇÃO
Na pesquisa que será apresentada a seguir, contém informações sobre determinados assuntos que circulam a Filosofia e a Política, e principalmente o que seria a Liberdade Humana entre outros assuntos que serão ressaltados no decorrer da pesquisa .

Liberdade Humana, segundo os Filósofos

A filosofia de Jean-Jacques Rousseau tem como essência a crença de que o Homem é bom naturalmente, embora esteja sempre sob o jugo da vida em sociedade, a qual o predispõe à depravação. Para ele o homem e o cidadão são condições paradoxais na natureza humana,
…exibir mais conteúdo…
Para uma melhor compreensão,Aristóteles define como protagonista dos fatores causadores dos acontecimentos o espírito humano e os atos do homem. A virtude como vício depende unicamente do ser humano, pois ao contrário dos animais que não têm a possibilidade de escolher sobre o bem e o mal, o justo e o injusto, o indivíduo pensante tem a capacidade de escolher no que diz sim e também pode dizer não. A especulação a respeito da liberdade em Aristóteles segue na afirmação de que como nos processos há um fim, também o ser humano tenderá para um fim, este seria a felicidade. Como já se sabe, para Aristóteles a liberdade é o princípio para escolher entre alternativas possíveis, realizando-se como decisão e ato voluntário. A inteligência então inclina a vontade para uma direção, mas não a obriga nem a constrange. Isso é tão verdade que se pode agir de forma contrária indicada pela inteligência ou a razão. Então para o filósofo o homem só seria feliz se pudesse fazer uso de todas as suas capacidades. Assim, exercer ações voluntárias seria importante para a felicidade do homem. Agindo livremente em conformidade com a razão, “contudo, poderá tornar-se livre se for guiado pela razão”(ABBAGNANO, 1981, p. 233).
Aristóteles defende também que, da mesma forma que uma boa ação depende de nós, também na mesma proporção de escolha dependerá de nós não realizar uma má ação. Além disso, considerou que se o homem

Relacionados

  • Libertarismo, determinismo e dialética
    850 palavras | 4 páginas
  • Liberalismo e determinismo
    1579 palavras | 7 páginas
  • Filosofia
    1362 palavras | 6 páginas
  • Sera a ciencia inumana - henri atlan
    1526 palavras | 7 páginas
  • Liberdade, decisão e ação
    1235 palavras | 5 páginas
  • Plano de aula
    1809 palavras | 8 páginas
  • resumo de filosofia epistemologia e etica
    5495 palavras | 22 páginas
  • Livro etica - adolfo s vazquez - 2004 - resumo completo
    13027 palavras | 53 páginas