Genética e suas aplicações (de mendel a biotecnologia)

10028 palavras 41 páginas
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA INSTITUTO CIBERESPACIAL FACULDADE DE ENGENHARIA AMBIENTAL

Genética e Suas Aplicações
(de Mendel a biotecnologia)

BELÉM OUTUBRO DE 2012 1

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA INSTITUTO CIBERESPACIAL FACULDADE DE ENGENHARIA AMBIENTAL

_________________________________________________________ CAMILA VALÉRIA COSTA BRAGA 20128010 _________________________________________________________ JULIANA CAROLINA S. DO NASCIMENTO 20128024 _________________________________________________________ LÁZARO LOPES MALATO 20128026 _________________________________________________________ LORENA MARTINS DUTRA 20128046 _________________________________________________________ NATÁLIA DE SOUZA MENDES 20128031
…exibir mais conteúdo…
(Schneider et. al. 2011) Ainda de acordo com o mesmo autor, o gene, pelo conceito molecular clássico, é entendido tanto como unidade estrutural quanto como unidade funcional. Os estudos de Mendel foram fundamentais para a base da genética e o avanço da mesma. Graças a ele, utilizamos o DNA para diversos fins e hoje – a biotecnologia é uma delas – a progressão de estudos nessa área possibilita a compreensão da evolução do ser primitivo ao ser mais complexo e as diferenças entre eles, um dos focos de nosso trabalho.

7

2. GENÉTICA: DE MENDEL AO DNA Nesse capitulo iremos abordar as principais ideias de... 2.1. Mendel e a Ideia de Gene
Os híbridos de ervilhas formam células germinativas e células de pólen que por sua constituição correspondem em igual número a todas as formas constantes que podem produzir pela combinação dos caracteres unidos pela fecundação (MENDEL, 1946. Cuatro Estudios sobre Genética, p. 144).

Segundo Snustad e Simmons (2008), os caracteres descritos por Mendel comandam as características externas (fenótipos) específicas como a cor e a forma das sementes, entre outras. Esses caracteres são unidades primordiais do funcionamento do controle do fenótipo. O conceito de “gene” feito por Mendel e aceito pela maioria dos geneticistas e não sofreu alterações desde sua descoberta. No entanto, não foi Mendel que nomeou “gene”. Em 1900, Hugo Vries, Carl Correns e Eric Von TschermakSeysenegg pesquisavam na literatura cientifica para embasamento de suas

Relacionados

  • A genética aplicada à sociedade
    1867 palavras | 8 páginas
  • A importância do dna na sociedade moderna
    1870 palavras | 8 páginas
  • Vacina Genica e Melhoramento genetico
    4680 palavras | 19 páginas
  • Marcadores Moleculares
    2613 palavras | 11 páginas
  • Melhoramento genetico - sorgo
    4492 palavras | 18 páginas
  • Biologia
    12199 palavras | 49 páginas
  • Apostila de biologia molecular
    11764 palavras | 48 páginas