Karl popper

2044 palavras 9 páginas
SUMÁRIO

1.Introdução 04 1. 1 Biografia
2.Desenvolvimento 05
2.1 As explicações científicas e a lógica dedutiva 2.2 Falseacionismo 2.3 O problema da indução 2.4 O método crítico 2.5 O critério da demarcação
2.6 A teoria do conhecimento 2.7 A teoria dos três mundos e o problema cérebro-mente
3.Conclusão 09
4.Referência 10

1. INTRODUÇÃO No século XX, duas ideias foram disseminadas na Europa. A primeira, o Verificacionismo, defendida pelos positivistas lógicos, consiste em obter o conhecimento por meio do apoio positivo dado às teorias pelas observações através do método científico. A segunda, o Falseacionismo, articulada por Karl Popper no mesmo período, se
…exibir mais conteúdo…
Elas são tentativas de descrever e entender a realidade. Dessa forma, para Popper, o papel da epistemologia não é se preocupar em refazer a inspiração do cientista, recriar como ele chegou à determinada teoria. A sua função é reconstruir as provas que levaram à confirmação da inspiração como descoberta. Isto é, o método científico é caracterizado pela discussão crítica do conhecimento científico e pode ser denominado método crítico de teste dedutivo. Assim, a partir da lógica dedutiva e de condições específicas para se realizar experimentos, é possível conseguir conclusões com base em uma teoria.
Na epistemologia de Popper, se a teoria foi corroborada, isso quer dizer que ela passou pelos testes. No entanto, não há forma de se provar a verdade de uma teoria científica, por mais estruturada que ela seja. Isso quer dizer que uma teoria o mais corroborada possível, pode, no futuro, se mostrar “errada” e ser substituída por outra. Assim, pode-se dizer que teorias são conjecturas. Na história da ciência são vários os casos de teorias que durante bastante tempo foram corroboradas e, apesar disso, se tornaram problemáticas. Um exemplo disso é a mecânica newtoniana. Além disso, Popper deixa claro que “todo o nosso conhecimento é impregnado de teoria, inclusive nossas observações”. Ou seja, não existem dados puros, livres de teoria. Todo o conhecimento é conjectural, inclusive as falsificações das teorias. As falsificações não se encontram livres de críticas e

Relacionados

  • Resenha - Karl Popper - A Lógica da Pesquisa Científica
    1380 palavras | 6 páginas
  • A lógica das ciências Sociais (Karl Popper)
    977 palavras | 4 páginas
  • A solução de Karl Popper para o problema da indução
    6326 palavras | 26 páginas
  • Problemas fundamentais de lógica da pesquisa científica
    3489 palavras | 14 páginas
  • A lógica da pesquisa científica:popper e a sua contribuição para a ciencia contemporânea
    2138 palavras | 9 páginas
  • Filosofia politica contemporanea
    4093 palavras | 17 páginas
  • Imre lakatos
    1725 palavras | 7 páginas
  • Racionalidade científica e a questão da objetividade
    824 palavras | 4 páginas
  • Filosofia Da 12 Classe
    1959 palavras | 8 páginas