Marx, max weber e durkheim : o poder político

1558 palavras 7 páginas
O contexto histórico em que se desenvolve o pensamento marxista é o dos acontecimentos revolucionários de meados do século XIX e, tomando em consideração a categoria política, introduz-nos à questão do poder político e à de noção de Estado. Além de estabelecer as bases para uma crítica à economia do tempo, torna-se indispensável para a confluência da economia política com a sociologia, com Weber e Durkheim, no fim do século. O contributo de Marx não é só teórico mas tem uma dimensão prática, ligada à sua ativa participação na vida política como dirigente e militante do movimento operário alemão e europeu. Até ao pensamento de Kant noções como “sociedade civil” e “estado” tinham o mesmo significado, eram portanto consideradas equivalentes. …exibir mais conteúdo…
A divisão entre as classes não existe só em relação aos meios de produção, mas há uma pluralidade de classes entre as quais as pessoas partilham o mesmo estilo de vida e têm a mesma identidade de grupo. Ao contrário de Marx, Weber, coloca no centro da sua pesquisa o indivíduo, as estruturas sociais são o resultado duma ação individualista. Quando uma relação social é organizada, e tem o seu próprio ordenamento e o seu chefe, além de um possível aparelho administrativo, constitui um grupo social. Onde há um ordenamento e um aparelho responsável pela execução da ação do grupo, há sempre relações de poder e, consequentemente, o grupo torna-se grupo de poder. A ação política refere-se à possibilidade de afirmar ou realizar relações de comando-obediência e leva à formação de uma elite. Portanto, torna-se evidente como na definição do poder Weber sublinha a sua verticalidade, ou seja, existe uma hierarquia entre um líder e um obediente, caracterizada pela continuidade ao longo do tempo. Um grupo de poder torna-se grupo político se, à sua definição, adicionarmos o elemento do território, entendido como limitação espacial, e a coerção física dos órgãos administrativos. A característica distintiva de um grupo político, isto é, não é definida a partir de um propósito, mas a partir do meio empregado para satisfazê-lo: o uso da força física legítima. Se considerarmos os partidos políticos, a revolução radical não é o único meio para a emancipação política, a melhoria da

Relacionados

  • Os principais pensadores da sociologia
    1384 palavras | 6 páginas
  • Karl marx, émile durkheim, max weber
    2024 palavras | 9 páginas
  • Os primeiros sociólogos (introdução, desenvolvimento, bibliografia)
    1305 palavras | 6 páginas
  • Sociologia
    4984 palavras | 20 páginas
  • O ESTADO E DOMINAÇÃO NOS PRESUPOSTOS, DE MARX, WEBER E DURKHEIM
    1704 palavras | 7 páginas
  • Função social do direito
    1203 palavras | 5 páginas
  • Resenha max weber
    1568 palavras | 7 páginas
  • Conceitos de anomia,racionalização e alienação
    3725 palavras | 15 páginas
  • Resumos sobre karl marx, emile durkheim max weber e augusto comte
    2390 palavras | 10 páginas
  • A vida em sociedade - uma retrospectiva sobre a sociologia dos clássicos
    2742 palavras | 11 páginas