Resenha de visões da tradição sociologica

926 palavras 4 páginas
VISÕES DA TRADIÇÃO SOCIOLÓGICA

A obra do sociólogo norte-americano Donald Levine , “Visões da tradição sociológica”, traça um panorama geral a cerca das vertentes teóricas que contribuíram com o desenvolvimento da sociologia e a consolidação da disciplina enquanto ciência. Ao longo do primeiro capitulo, D. Levine disserta a respeito da fragmentação da experiência, isto é, fenômeno que caracteriza a sociedade contemporânea e que desencadeou-se a partir do processo de racionalização. Segundo o autor, a fragmentação da experiência é responsável pelo “abando às tradições”, perda do senso de conexão histórica e da coesão da vida. Ele diz, ainda, que a tal fragmentação tem origem, basicamente, em três pilares: o
…exibir mais conteúdo…
A sociologia, chamada inicialmente de “Física Social”, deveria investigar os fenômenos da sociedade usando os mesmos métodos, fundamentos e rigores das ciências da natureza. Conte fez, ainda, uma comparação da produção e do contexto histórico em que estavam inseridos autores como Aristóteles, Montesquieu e Condorcet. Nesta análise, ele concluiu que, diferentemente dos outros estudiosos, ele estava situado historicamente na época apropriada para submeter pesquisas sociais a métodos positivos, uma vez que o surto de interesse pela economia política e a valorização de estudos históricos , combinados ao cientificismo, possibilitavam o desenvolvimento da física social. É necessário dizer ainda que:

Para Conte, portanto, a pré-história da sociologia constituiu em uma sucessão de estágios através dos quais a cognição humana se libertou cada vez mais das limitações do conhecimento ditado pelo senso comum. Em sua condição madura, positiva, a cognição humana podia ser treinada sobre os fenômenos sociais. O processo envolveu uma demorada evolução sociocultural que dependeu, em primeiro lugar, do surgimento de um estrato de especialistas culturais: magos e sacerdotes, depois teólogos e filósofos, culminando com os praticantes da ciência positiva (LEVINE, 1997, p.26).

De modo geral, as narrativas positivistas

Relacionados

  • Resenha do livro as consequências da modernidade, de anthony giddens
    5601 palavras | 23 páginas
  • Raízes do brasil de sérgio buarque de holanda – resenha crítica
    8956 palavras | 36 páginas