cangaço, guerra do contestado

997 palavras 4 páginas
Introdução
Entre o final do século XIX e começo do XX (início da República), surgiu, no nordeste brasileiro, grupos de homens armados conhecidos como cangaceiros. Estes grupos apareceram em função, principalmente, das péssimas condições sociais da região nordestina. O latifúndio, que concentrava terra e renda nas mãos dos fazendeiros, deixava as margens da sociedade a maioria da população.
Entendendo o cangaço
Portanto, podemos entender o cangaço como um fenômeno social, caracterizado por atitudes violentas por parte dos cangaceiros. Estes, que andavam em bandos armados, espalhavam o medo pelo sertão nordestino. Promoviam saques a fazendas, atacavam comboios e chegavam a seqüestrar fazendeiros para obtenção de resgates. Aqueles que
…exibir mais conteúdo…
Depois do fim do bando de Lampião, os outros grupos de cangaceiros, já enfraquecidos, foram se desarticulando até terminarem de vez ,no final da década de 1930.

Introdução

A Guerra do Contestado foi um conflito armado que ocorreu na região Sul do Brasil, entre outubro de 1912 e agosto de 1916. O conflito envolveu cerca de 20 mil camponeses que enfrentaram forças militares dos poderes federal e estadual. Ganhou o nome de Guerra do Contestado, pois os conflitos ocorrem numa área de disputa territorial entre os estados do Parará e Santa Catarina.
Causas da Guerra

A estrada de ferro entre São Paulo e Rio Grande do Sul estava sendo construída por uma empresa norte-americana, com apoio dos coronéis (grandes proprietários rurais com força política) da região e do governo. Para a construção da estrada de ferro, milhares de família de camponeses perderam suas terras. Este fato, gerou muito desemprego entre os camponeses da região, que ficaram sem terras para trabalhar.

Outro motivo da revolta foi a compra de uma grande área da região por de um grupo de pessoas ligadas à empresa construtora da estrada de ferro. Esta propriedade foi adquirida para o estabelecimento de uma grande empresa madeireira, voltada para a exportação. Com isso, muitas famílias foram expulsas de suas terras.

O clima ficou mais tenso quando a estrada de ferro ficou pronta. Muitos trabalhadores

Relacionados

  • Principais conflitos e revoltas durante a república velha
    6701 palavras | 27 páginas
  • Movimentos rurais e urbanos
    1444 palavras | 6 páginas
  • Principais movimentos da república dos cafeicultores
    1680 palavras | 7 páginas
  • Movimentos sociais na Primeira República
    2135 palavras | 9 páginas
  • Cangaço e banditismo social
    2393 palavras | 10 páginas
  • Características Políticas da Primeira República.
    1842 palavras | 8 páginas
  • Enviarei assim que estiver pronto
    875 palavras | 4 páginas
  • Pré, modernismo & literartura contemporânea brasileira
    806 palavras | 4 páginas
  • Sociologia da sociedade brasileira
    5643 palavras | 23 páginas
  • Projeto didático sobre a guerra de Canudos
    4105 palavras | 17 páginas