A IMPORTÂNCIA DOS HÁBITOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

12777 palavras 52 páginas
A IMPORTÂNCIA DOS HÁBITOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
Ninguém duvida da importância que tem para a criança a vida de cada dia e o que nela é habitual, o que ocorre com uma certa constância. Isso implica, para pais e educadores, dar importância à organização do que vamos denominar de “contextos habituais”. Esses dão à criança a segurança de saber o que fazer em cada momento. Um hábito é um mecanismo estável que cria destrezas ou habilidades. Além disso, é flexível, podemos utilizá-lo para situações distintas e modificá-lo se for preciso. Por exemplo, o hábito de abotoar-se.
Os contextos habituais proporcionam um componente importantíssimo de constância e regularidade. Por isso são fundamentais tanto para a vida escolar como para a vida familiar.
…exibir mais conteúdo…
A diversidade cultural e diferenças físicas serão aspectos abordados durante o projeto "O meu corpo é fascinante", ampliando a visão das crianças para as diferentes raças, etnias, aspectos físicos, semelhanças e diferenças entre os seres humanos. Desvendando a importância de cada pessoa como ser importante e único dentro do seu grupo.

Todo ser humano tem uma imagem de si mesmo, de seu corpo, de seu corpo em movimento. A imagem corporal da criança pode ser definida como todas as respostas mensuráveis que formula em relação às dimensões, à forma e aos componentes de seu corpo, assim como em relação às capacidades para o movimento que ela percebe de seu corpo e as interações deste com o ambiente (CRATTY, 1982 apud ARRIBAS p.67, 2004)
Os hábitos desenvolvidos pela criança reforçam a sua autonomia. "Os hábitos que se adquirem nos primeiros anos adaptam-se ao modo de ser de cada um. [...] Desse modo os hábitos convertem-se em valiosos recursos de identidade pessoal". (ARRIBAS, p. 89, 2004)
Um aspecto que dificultava a promoção da autonomia na classe do Jardim II era a inexistência de áreas diversificadas ou “cantos” como área de dramatização, de jogos, blocos, de leitura, entre outros. Essas áreas possibilitam à criança escolher, experimentar, vivenciar e decidir o que fazer e podem oferecer às crianças diferentes materiais e objetos. Assim sendo, torna-se possível a interação das crianças, além da motivação para manipular, criar

Relacionados