A revolução industrial e o meio ambiente na inglaterra dos séculos xviii e xix

1444 palavras 6 páginas
A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E O MEIO AMBIENTE NA INGLATERRA DOS SÉCULOS XVIII E XIX

Camboriú – SC – Terça-Feira, 09 de Abril de 2013

Introdução:

A partir do século XVIII, a Europa passou por profundas alterações nos setores industriais. A ciência ingressou em um constante processo de evolução, que desencadeou uma série de novas tecnologias que transformaram de forma rápida a vida do homem, sobretudo, no modo de produzir mercadorias. Esse processo de evolução deu início às chamadas Revoluções Industriais.

Junto com os benefícios para fábricas e empresários, a Revolução Industrial também trouxe muitas desvantagens ao meio ambiente, modificando a relação o homem-ambiente. A busca de desenvolvimento econômico dos países em um ritmo extremamente acelerado gerou o que se pode considerar um dos maiores prejuízos ambientais da história da humanidade: a escassez de vários recursos naturais provenientes do solo, das águas e da flora.

Neste trabalho da disciplina de História, pretendemos mostrar a mudanças que houveram e a relação que se estabeleceu entre o homem e a natureza com a Revolução Industrial na Inglaterra.

Nossa pesquisa será baseada nos seguinte questionário:

1. O que é uma Revolução Industrial?

2. O que foi a Revolução Industrial?

3. História da Revolução Industrial na Inglaterra.

4. Principais características, mudanças e descobertas.

5. Quais foram as fontes de energia usadas e descobertas?

Relacionados

  • A Quimica Orgânica e o Meio Ambiente
    1777 palavras | 8 páginas
  • A ação do homem no meio ambiente e suas consequências
    1711 palavras | 7 páginas
  • Revolução Industrial Norte-americana e Inglêsa
    1268 palavras | 6 páginas
  • Século XIX e o Movimento Ginástico Europeu
    3755 palavras | 15 páginas
  • Degradação, conservação e preservação do meio ambiente
    2828 palavras | 12 páginas
  • Revolução industrial e as máquinas térmicas
    1954 palavras | 8 páginas
  • Natureza, meio ambiente e representações do espaço
    854 palavras | 4 páginas