Amniorrexe

1659 palavras 7 páginas
Amniorrexe
Prematura ou Ruptura Prematura das Membranas (RPM)

Definição

A amniorrexe prematura, como o nome diz, é a rotura das membranas (âmnio e cório) antes do início do parto. A amniorrexe prematura pretermo acontece antes do termo, isto é, antes de 37 semanas, sendo prevalente em até 40% antes do termo, podendo ser ela o fator desencadeante da interrupção da gravidez. A AP está associada a risco aumentado de corioamnionite, prematuridade, SAR no neonato, sofrimento fetal, prolapso de cordão umbilical,portanto, é fator de risco tanto para a mãe como para o feto.
As membranas ovulares são compostas de dois folhetos, um interno, em contato com o líquido amniótico, denominado âmnio, e outro externo, denominado cório. As
…exibir mais conteúdo…

A principal evidencia de que tenha ocorrido a rotura das membranas ovulares é a evidente de perda de líquido amniótico por via vaginal. Porém em certas situações esta perda não é tão evidente, de modo que deve-se lançar mão de recursos subsidiários para se chegar a confirmação do diagnóstico.
A modificação do pH vaginal - Sendo o líquido amniótico alcalino, e o meio vaginal ácido, a alteração deste último, seria um indicativo de rotura ovular.
A cristalização do muco cervical, que não ocorre normalmente durante a gestação, pode apresentar esta característica desde que haja ocorrido a rotura das membranas ovulares.
A presença de células fetais no conteúdo vaginal (células orangirófilas - coradas em alaranjado pelo azul do Nilo) seriam indicativo do diagnóstico. A ultra-sonografia é método auxiliar importante, não definitivo. À redução do volume do líquido amniótico, soma-se avaliação da idade gestacional, parâmetro básico na tomada de conduta.

CONDUTA

A conduta estará sempre associada ao tempo de gestação, e se defronta principalmente com a prematuridade. Outro fato está relacionado com o tempo de bolsa rota, fato este associado com a infecção da cavidade uterina.
Por razões ainda não estabelecidas a rotura da bolsa amniótica acelera a maturação pulmonar do feto prematuro.
Atualmente quando se pode inferir um pêso fetal em torno de 2000 g, opta-se pela resolução do parto, pela via mais indicada de acordo com as condições

Relacionados

  • Obstetrcia
    1300 palavras | 6 páginas
  • polidramia
    2830 palavras | 12 páginas
  • Oligoâmnios
    1593 palavras | 7 páginas
  • Bolsa Rota e Perda do liquido amniotico
    913 palavras | 4 páginas
  • Infecções puerperais
    879 palavras | 4 páginas
  • Líquido amniótico
    861 palavras | 4 páginas
  • emergencias ginecologicas
    1848 palavras | 8 páginas
  • partograma
    2032 palavras | 9 páginas
  • Puerpério
    2177 palavras | 9 páginas
  • O processo de enfermagem na aloimunização frente suas principais causas
    3955 palavras | 16 páginas