Aula de metodologia de história e geografia para o curso normal medio professor de educação infantil

5835 palavras 24 páginas
Aulas de Identidade, sociedade e cultura

A HISTÓRIA, A GEOGRAFIA E A COMPREENSÃO DA REALIDADE

Vamos estudar questões ligadas a duas disciplinas: História e Geografia. Pois, são duas disciplinas muito próximas, “irmãs”, mas que não se misturam e nem se confundem. Durante os anos 60, 70 e até 80, elas foram ensinadas juntas, especialmente, da 1ª à 4ª série. A disciplina recebia o nome de Estudos Sociais. Alguns estados usaram também os nomes Integração Social ou Formação Social. Mas, apesar de muitas crianças considerarem todas como “uma coisa só”, disciplinas “chatas”, “decorebas”, “que não servem para nada”, é importante registrar que a História e a Geografia estudam aspectos específicos da realidade e do conhecimento. Por
…exibir mais conteúdo…

Entretanto, a chamada História Tradicional e a Nova são as mais presentes no ensino. A História Tradicional dominou o século XIX, sendo discutida, questionada e transformada ao longo do século XX. Assim, desse movimento de críticas e diálogo nasceu e se desenvolveu a História Nova. Para facilitar a compreensão dessas duas formas de interpretar a história, vamos destacar suas principais características. A História Tradicional utiliza como fontes de estudo os documentos oficiais e não-oficiais escritos (leis, livros) e também valoriza os sítios arqueológicos, as edificações, além dos objetos de coleções e de museus, como moedas e selos. Os sujeitos da História Tradicional são as grandes personalidades políticas, religiosas e militares. São os reis, líderes religiosos, generais, grandes empresários. São atores individuais, heróis que geralmente aparecem como construtores da história. Assim, a História Tradicional estuda os grandes acontecimentos diplomáticos, políticos e religiosos do passado. Privilegia o estudo dos fatos passados, que são apresentados numa seqüência de tempo linear e progressiva. Como afirmamos acima, a História Nova estabeleceu um diálogo crítico com essa forma tradicional, abandonando algumas posições, incorporando outras e, fundamentalmente, transformando a forma de pesquisar e estudar a História. Assim, a História Nova, no século XX, ampliou as fontes de estudo, passando a utilizar também as fontes orais

Relacionados

  • resumo magisterio
    12508 palavras | 51 páginas
  • As aulas de história, geografia e arte no ensino fundamental
    10256 palavras | 42 páginas
  • Pedagogia
    3478 palavras | 14 páginas
  • O ensino de história para alunos surdos do ensino médio do ipaese: principais desafios e as possibilidades
    5604 palavras | 23 páginas
  • RELATÓRIO DE ESTÁGIO - MAGISTÉRIO/NORMAL DE ENSINO MÉDIO
    3951 palavras | 16 páginas
  • História da educação de anapolis
    7428 palavras | 30 páginas
  • dossiê de IP
    4289 palavras | 18 páginas
  • Modulo 1 profuncionario
    6571 palavras | 27 páginas
  • Projeto inovadores
    15798 palavras | 64 páginas
  • JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCA O INFANTIL
    4472 palavras | 18 páginas