Capitalismo na europa

1502 palavras 7 páginas
O capitalismo tem seu inicio na Europa. Suas características aparecem desde a baixa idade média (do século XI ao XV) com a transferência do centro da vida econômica social e política dos feudos para a cidade. O feudalismo passava por uma grava crise decorrente da catástrofe demográfica causada pela Peste Negra que dizimou 40% da população européia e pela fome que assolava o povo. Já com o comercio reativado pelas Cruzadas (do século XI ao XII), a Europa passou por um intenso desenvolvimento urbano e comercial e, consequentemente, as relações de produção capitalista se multiplicaram, minando as bases do feudalismo. Na idade Moderna, os reis expandem seu poderio econômico e político através do mercantilismo e do absolutismo.
Com o
…exibir mais conteúdo…

Assim, um produto do trabalho só se torna mercadoria num quadro de condições sociais em que imperem a propriedade privada, a divisão social do trabalho e a troca, não podendo ser considerado como tal caso não se verifique essas três condições.
Consequentemente pode-se afirmar que as mercadorias diferenciam-se umas das outras pelo seu valor de uso, uma vez que a cada necessidade específica corresponde uma mercadoria com características especificas. Por sua vez o valor de troca poderia ser caracterizado como sendo a relação ou a proporção na troca de um certo numero de valores de uso de uma espécie contra um certo numero de valores de uso de outra espécie.Mas segundo Lênin,” a experiência quotidiana mostra-nos que, através de milhares de milhões de troca desse tipo, se comparam incessantemente os valores de uso mais diversos e mais díspares.
Se eu trocar, por exemplo, duas blusas por um par de sapatos, porque sou alfaiate e só produzo roupas, mas preciso de sapatos para proteger meus pés, estarei equiparando o produto do meu trabalho como alfaiate, isto é, duas blusas ao par de sapatos que desejo comprar.
Quando duas coisas são equivalentes e equiparáveis, tais coisas são iguais. Todavia, verifica-se que as mercadorias permutadas têm diferença entre si, não são iguais. Que há em comum entre coisas diferentes, que são tornadas constantemente equivalentes num determinado sistema de relação social?
O que elas têm em comum é o fato de

Relacionados

  • Os cinco modelos de capitalismo
    1768 palavras | 8 páginas
  • Capitalismo e socialismo
    873 palavras | 4 páginas
  • O capitalismo e a construção do espaço geográfico
    2496 palavras | 10 páginas
  • Capitalização e globalização
    895 palavras | 4 páginas
  • Maria lúcia martinelli e o serviço social
    3463 palavras | 14 páginas
  • As transformações do capitalismo, primeira guerra mundial, economia de guerra, os efeitos da primeira guerra para a economia capitalista
    2290 palavras | 10 páginas
  • Capitalismo - seu efeito na globalização
    3006 palavras | 13 páginas
  • Colonização e formação do território brasileiro
    1564 palavras | 7 páginas