Fichamento: história do pensamento econômico uma perspectiva crítica e.k. hunt

4584 palavras 19 páginas
Fichamento: História do pensamento econômico
Uma perspectiva Crítica
E.K. Hunt

Introdução

Uma Definição de Capitalismo

*O capitalismo como sistema econômico, político e social dominante surgiu muito lentamente , em um período de vários sécu- los, primeiro na Europa Ocidental e, depois, em grande parte do mundo.
* Entretanto, a maioria dos economistas concordaria que o capitalismo é um sistema econômico que funciona de modo bem diverso dos sistemas econômicos anteriores e dos sistemas econômicos não-capitalistas. Este livro é baseado numa abor- dagem metodológica que define um sistema econômico segundo o modo de produção no qual se baseia.
*O modo de produção , por sua vez, é definido pelas f orças produ- tivas e pelas
…exibir mais conteúdo…
Portanto, para haver uma procura monetária suficiente para os capitalistas venderem todas as suas mercadorias, é preciso uma terceira fonte de demanda: os gastos crescentes de consumo dos próprios capitalistas.
Quando tal procura não se concretiza, o capitalismo sofre depressões; quando as mercadorias não podem ser vendidas, os trabalhadores são despedidos, os lucros caem, gerando uma crise econômica geral. O capitalismo, através de sua história, tem sofri-do crescentes crises dessa espécie. Uma grande preocupação da maioria dos pensado- res econômicos discutida neste livro tem sido compreender a natureza e as causas dessas crises e descobrir remédios para eliminá-las ou, ao menos, aliviar seus efeitos.

A Economia Européia Pré-capitalista

*Para esboçar a evolução histórica do capitalismo , primeiro é necessário dizer algumas palavras sobre o feudalismo- o sistema socioeconômico que precedeu o capitalismo na Europa Ocidental. *As regras segundo os costumes do feudo aparecem em profundo contraste, comparadas com o sistema legal e jurídico do capi- talismo. O sistema capitalista baseia-se no cumprimento de leis de caráter universalista e contratos, cumprimento esse que só raramente é relaxado por circunstâncias atenuantes ou por costumes que, nos tempos medievais, influenciavam com muito mais freqüência o julgamento do senhor feudal.
*Durante a Idade Média , a Igreja Católica era, de longe, o maior proprietário de ter-ras. Embora bispos e abades

Relacionados