TEORIA DA EVOLUÇÃO - LINNAEUS

1462 palavras 6 páginas
TEORIA DA EVOLUÇÃO - LINNAEUS

INTRODUÇÃO Ao estudar a evolução observamos grandes méritos atribuídos a Darwin, mas não foi somente ele o responsável pelo conjunto de evidências e argumentos que respaldam a evolução dos animais e indivíduos, cerca de 100 anos antes da disputa pela evolução realmente "esquentar" os organismos já haviam sido divididos em reinos, classes, ordens, gêneros, e em espécies e foi o Cientista, Medico e Botânico Carl Linné, nascido na Suécia no século XVIII o responsável pelo estudo e convenções para nomeação dos organismos vivos, no qual, até os dias de hoje encontra-se em uso, porem amplamente modificado. Linnaeus entrou para área medica em 1727, ao ingressar para Universidade de Medicina em Lund , mas logo
…exibir mais conteúdo…
ESPÉCIE , Representam as unidades básicas da taxonomia, onde os seres são agrupados de acordo com profundas semelhanças funcionais e estruturais, com estruturação cromossômica idêntica e com capacidade reprodutiva entre si, originando descendentes férteis quando o organismo envolvido for sexuado.

FILO descritos para os animais, e DIVISÃO para as plantas, Foram táxons introduzidos apenas no século XIX, é proveniente da divisão dos reinos, são grupos de seres que apresentem em comum mesmos traços evolutivos, estruturas e ancestralidade, na estrutura de Linnaeus não existiam essa classificação;
FAMÍLIA foi um táxon integrado ao sistema hierárquico criado por Linnaeus, mas registrado somente no século XIX, é responsável por reunir os gêneros semelhantes. Mas como os estudos evolutivos e a descoberta de novos animais e plantas se tornaram algo grandioso por todo mundo, o que tornavam os nomes muitos variáveis de um lugar para o outro, por isso foi necessário a criação de um conjunto de regras para determinar de que forma a classificação e a nomenclatura das espécies ocorreriam, e o Código Internacional de Nomenclatura Zoológica exige que:
1) Cada organismo deve ser descrito e designado binominalmente, sendo sempre o primeiro nome para determinar seu gênero, e o segundo que determina a espécie, é considerado um erro grave utilizar o nome da espécie isoladamente, sem o gênero.
2) O nome necessita ser latinizado

Relacionados