A origem dos brinquedos

1697 palavras 7 páginas
As brincadeiras infantis tradicionais são muito variadas, aquelas que não desapareceram, foram ensinadas por familiares, pelas crianças de áreas vizinhas ou colegas de escola para aqueles (as) que as mantêm vivas na atualidade.
Pesquisas arqueológicas informam que existiam brinquedos em comunidades da Idade da Pedra e em civilizações da antiguidade. Bolas, pinhões, dados e bonecas eram os objetos lúdicos mais comuns. No século XVII, na França, existiam cavalos-de-pau, o cata-ventos, tambores, carruagens com bonecas, animais em miniaturas, jogos de cartas e de salão. No século XVIII os holandeses criaram as casinhas de bonecas. No século XIX já existiam brinquedos de borracha e de papel-mâché. No século XX os objetos lúdicos são de
…exibir mais conteúdo…
Pegava-se o pião com uma das mãos, ainda rodando, e jogava-o ao chão outra vez.

PIÕES DE MADEIRA
Carros de lata
Eram fabricados com armação e rodas de madeira e lataria de latas velhas. Os meninos amarravam cordões à frente dos carros e saiam puxando em filas. As vezes a brincadeira partia para a imprudência imitando certos motoristas de carros de verdade: batidas, cavalos-de-pau, viradas. Tudo acabava com os carros destruídos, mas sem nenhum ferido gravemente.
Jogos de bola
Bater bola nos terrenos baldios ou mesmo nas ruas, sempre foi das brincadeiras infantis mais realizadas. Afinal de contas vivemos no país do futebol.
Jogava-se com bolas de plástico, borracha e até com bolas de meia, o importante era jogar. Os times se organizavam por “zona” ou por rua. As “peladas” duravam manhãs ou tardes inteiras.
Pem barra
Faz-se uma “risca” (traço, faixa) no chão. Uns ficam de um lado e outros do outro lado. Uns correm para uma “manja” cruzando a “risca”, atrás do grupo adversário, e outros correm para a outra “manja”. Uns ficam esperando ele voltar. Ele vem correndo fazendo dribles, tentando se livrar dos opostos. Se ele cruzar a “risca” e voltar para o seu campo, a sua “linha” (equipe) ganhou.
Cipozinho queimado
Um(a) menino(a) esconde o cipó e os outros vão procurá-lo. Quem estiver perto do esconderijo, quem escondeu diz: -Tá quente!
-Tá pegando fogo!

Relacionados

  • A origem dos Brinquedos
    848 palavras | 4 páginas
  • Plano de artes cênicas
    1314 palavras | 6 páginas
  • brinquedos antigos e de hoje
    3320 palavras | 14 páginas
  • Tcc lúdico na educaçao infantil desenvolvimento e aprendisagem
    4025 palavras | 17 páginas
  • Brinquedoteca: espaço para brincar e aprender
    2036 palavras | 9 páginas
  • Formação social da mente
    5896 palavras | 24 páginas
  • Brinquedoteca – um mergulho no brincar
    854 palavras | 4 páginas
  • Resenha: Jogos tradicionais infantis
    2248 palavras | 9 páginas
  • Projeto Importação
    1564 palavras | 7 páginas
  • A importância do lúdico na series iniciais
    1636 palavras | 7 páginas