Práticas pedagógicas, profissão e formação: perspectivas sociologicas

1433 palavras 6 páginas
PERRENOUD, Philippe. Práticas pedagógicas, profissão docente e formação: perspectivas sociológicas. 2. ed. Lisboa: Dom Quixote, 1997. 211 p.

Philippe Perrenoud é doutor em Sociologia e Antropologia. Atua nas áreas relacionadas a currículo, práticas pedagógicas e instituições de formação nas faculdades de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Genebra. Apesar de atuar nestas áreas, o autor não é um Pedagogo de formação. Sociólogo suíço, professor na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação na Universidade de Genebra, autor de vários títulos importantes na área de formação de professores, hoje considerados leitura obrigatória para os profissionais do ensino. Perrenoud é um dos educadores mais conhecidos por suas
…exibir mais conteúdo…
No texto IV - Novas didácticas e estratégias dos alunos face ao trabalho escolar, o autor analisa a partir da sociologia o conceito de didática, como processo de transposição didática. Ao analisar a escolarização de alguns saberes e saberes fazer observa-se como são legitimados, codificados e repartidos para construírem o currículo formal, buscando atividades didáticas antes se constituírem oportunidades de aprendizagens, são tarefas ministradas aos alunos e seguidamente vigiadas, controladas e retribuídas, onde é importante escutar, intervir, responder às perguntas, resolver problemas e redigir. O autor no texto V – A formação dos professores ou ilusão do “Deus ex Machina”: reflexões sobre as relações entre os hábitos e a prática, faz uma discussão a partir constatação de que praticamente todos os projetos de reforma escolar, assim com as críticas a esse sistema, referem-se à formação de professores; concordamos com o autor quando ele afirma que o professor não merece este excesso de honra e nem de indignidade. O que tem se observado é o professor tem sido “alvo fácil se abatido”, quando se refere a encontrar um culpado pelo fracasso do sistema educacional, de forma especial no Brasil.
No texto VI – O papel de uma iniciação à investigação na formação de base dos professores, o teórico discute a partir do

Relacionados

  • A profissão docente: perspectivas e desafios
    1592 palavras | 7 páginas
  • Relatório de pesquisa e prática pedagógica perfil do professor
    1220 palavras | 5 páginas
  • Os trabalhadores da educação e a construção política da profissão docente no Brasil
    8666 palavras | 35 páginas
  • Trabalho sobre filosofia e sociologia no ensino médio
    6373 palavras | 26 páginas
  • A importância do legado de florestan fernandes
    5249 palavras | 21 páginas
  • A sociologia da infância
    2741 palavras | 12 páginas
  • Memorial descritivo - não é autoria minha
    5226 palavras | 21 páginas
  • A sexualidade: uma ação pedagogica na escola
    4145 palavras | 17 páginas
  • Serviço social como mediador entre escola e sociedade: o papel do assistente social na educação.
    4526 palavras | 19 páginas
  • Gestão da sala de aula para prevenção da indisciplina:
    3060 palavras | 13 páginas